Terça-feira, 18 de Maio de 2010
CONVÍVIOS COM VIDA DENTRO . ANTIGOS ALUNOS, ANTIGOS COMBATENTES,ANTIGOS COLEGAS DE ESCOLA

 

Mação foi palco de encontro, no passado Sábado, de um encontro/convívio de antigos combatentes da guerra colonial. Todos os anos, já lá vão 37 anos, estes amigos, nos quais se incluem dois amigos do coração, escolhem as terras uns dos outros para continuarem a reafirmar solidariedades e cumplicidades antigas no tempo, sim, mas sempre actuais e presentes, que o mesmo é dizer, guerra à falta de memória. Honremos a história de que se fizeram os nossos dias de então.

Independentemente da guerra injusta para que foram levados - e nós sabemos do que falamos, pois escapamos por um triz graças à radiosa madrugada libertadora de Abril de 1974...- a verdade é que a amizade construída nas tantas dificuldades daqueles tormentosos dias continua, hoje, a cimentar, perante as tormentas do hoje dos dias, novas solidariedades.

E ainda bem!

 

2

 

Antigos alunos, antigos combatentes, antigos colegas de escola ... antigos, quer dizer, de antes, de um outro tempo ou, antes, actuais, de sempre, como se nunca o tempo tivesse ontem e amanhã e sim, um eterno agora!

É isso que vejo nas imagens com que, hoje, afortunadamente registamos a alegria que transparece dos rostos, outrora, talvez, mais fulgurantes, jovens, rebeldes e hoje, por que não, com o peso da amadurecida sabedoria de mãos dadas com uma descomplexada energia!

É por isso que me recuso a enfrentar cada novo dia como se de mais um dia se tratasse.

 

Não! Em cada novo dia HÁ UMA NOVA ALEGRIA NUNCA VIVIDA, NUNCA CONFESSADA, NUNCA CELEBRADA.

 

Felizes os que nunca desistiram dos dias andados, os que nunca se remeteram ao silêncio dos dias falhados, os que nunca encostaram a alegria às boxes da apatia.

Felizes os que jamais ousam dizer "para mim TUDO SE PASSOU, TUDO ACABOU, tenho os meus braços caídos, quero fazer parte dos vencidos".

 

FELIZES OS QUE VIVEM "UM DIA DE CADA VEZ", TODAS AS VEZES, TODOS OS DIAS

 

É por isso que, há 37 anos, estes antigos combatentes, "combatem o bom combate" que S.Paulo anunciava.

E há lá melhor combate do que desejar reencontrar-se com os guerrilheiros da amizade, da solidariedade entre famílias, gesto primeiro para essa solidariedade outra de que Portugal tanto carece?!

 

 

Parabéns a todos os antigos alunos, a todos os antigos colegas de escola, a todos os antigos Combatentes da CCAC5043!

Podem encontrá-los, a partir de agora, também, por aqui!

A net no seu melhor, como lugar de reencontro!

Parabéns, também!

 

Obrigado, Zé Luis Mateus e , sobretudo, obrigado, amigo Amorim Lopes, cujo frutado vinho branco produzido pela generosidade das tuas mãos, nas encostas do Vale das Árvores, bem pertinho do meu Vale das Árvores - mas sem as sábias mãos que amanham o teu!!!- animou, e de que maneira, a Exposição "ABRIL, ÂNIMOS MIL", na Galeria da Associação 25 de Abril, início das comemorações dos 30 anos que agora estamos a finalizar.

 

antónio colaço

 

 



publicado por animo às 18:16
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

ÉVORA . OBRIGADO PELO VOSSO REGISTO, PESSOAL DO REGISTO!!!!

 

 

Nem mais, nem menos!

Estamos a meio da Exposição "EM ÉVORA, SÊ ROMANO!PERDÃO, ALENTEJANO!"  e, vai daí, acabamos de receber um lancinante punhado de pungentes palavras (ó, bendita adjectivação!!!) das telas, esculturas e partituras no Hotel D. Fernando abandonadas!!!

 

Eis senão, quando, tropeçamos, aqui!

 

 

Obrigado, amigos do REGISTO. Obrigado, Júlio ( reparaste, Júlio, como retribuo em links?!E vão dois seguidos!!!)! Obrigado, Carlos Júlio, tu que foste o meu Alexandre Melo, o meu Alexandre Pomar, o meu João Pinharanda, o meu...

2

A versão integral da carta que enviamos aos trabalhos expostos em Évora, e, por suposto, a todas as mediáticas agendas, em resposta a um enorme brado que nos chegou da Galeria.... ou a arte de bem tentar convencer em toda a sela, perdão, em toda a mediática agenda!!!

 

 

 

Queridas telas, esculturas e partituras da Exposição “EM ÉVORA, SÊ ROMANO!PERDÃO, ALENTEJANO!”,que dormem na Galeria do Hotel D.Fernando  até ao próximo dia 29 deste mês de Maio. Recebi o vosso lancinante apelo: estais fartas do meu desmazelo!

A

Dir-vos-ei que não tem sido fácil. Lutei contra a Sec Estado da Cultura e, depois, no próprio dia 8 de Maio, contra a copiosa carga de água e ambas impediram que saíssemos à rua junto ao Templo Romano. Valeu o estoicismo alentejano e lá fizemos o número na Biblioteca e, bem assim, de mãos dadas com o Cante alentejano, a criatividade do Joaquim Soares e o renascentista órgão da Sé, lá estreámos o “Alentejo em Sol Maior”. Sim, ainda acreditastes que, pelo menos, uma televisão estaria presente. Nada a contento!O problema era o Papa Bento!

B

O mesmo silêncio tomou, então, conta de vós na Galeria do D.Fernando. Pergunstais-me, agora, por onde ando?!Conseguimos uma rádio, sim, um take na Lusa, pois então, mas ecos nas agendas, pelo menos, é que não!

Pedis, agora que sua Santidade se foi, que envie alguém para falar de vós, pois este silêncio, assim, tanto vos dói.

C

Vou tentar falar com alguém “conhecido” de uma outra rádio , contactar um ou dois Cartazes das televisões, saber se são capazes, mas…. críticos, curadores, agendas e espaços culturais dos nossos media?! Endoidecestes?! Suportai vossos ais!

 Não quisestes optar pelo interior, em vez da Grande Cidade, ainda por cima para ÉVORA, Cidade PATRIMÓNIO MUNDI…o quê?!

 

 

 

 

PS – António Colaço, artista plástico,declara por sua honra, nada ter a ver com esta assumida revolta dos seus trabalhos patentes na Galeria do Hotel D.Fernando até ao dia 29 de Maio mas não enjeita qualquer convite para falar em rádio, televisão ou jornal, da referida Exposição…..Muito obrigado.

 

 

 antónio colaço

 



publicado por animo às 15:59
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 17 de Maio de 2010
MAÇÃO E O BREJO QUE NÃO VEJO.À CONVERSA COM MESTRE ZÉ LOBO
O regresso às minhas serras, aos meus sonhos, à minha querida Serra do Bando e ao pequeno lugarejo que esconde anichado entre as suas suaves encostas mas cujo futuro tarda, futuro que nunca mais vejo!
Lá no alto que Hermano Saraiva consagrou como um dos melhores miradouros de Portugal, de onde se avista quase todo o mundo, quem encontraria?
Nem mais, o Mestre Zé Lobo, da Comissão dos Proprietários do Castelo, a aldeia que bordeja a Serra, ele mesmo espelhando no rosto a impotência por conseguir uma solução que tarda.

 

 

 

Imagens que demonstram o mau estado do  piso de acesso ao Alto do Bando.

Quem tem coragem de recomendar a quem nos visita que suba esta estrada esquisita?!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



publicado por animo às 18:03
link do post | comentar | favorito
|

EXCLUSIVO! ÚLTIMA HORA! PRIMEIRÍSSIMA MÃO! JÁ HÁ JACARANDÁS NA CATEDRAL DA RUA D.CARLOS!

Um jacarandá em flor na minha janela.

Abraco

pfm

 

FOMOS VER (ACTUALIZAÇÃO)

 

 

NR

Parece que agora tem de ser a ânimo a cumprir a missão do meu querido amigo António Barreto ( ausente das páginas do Público?) anunciando ao mundo que os jacarandás estão de volta!

António, não tem de quê!Foi graças a si que aqui despertámos para este tão perfumado quanto violáceo ritual.

antónio colaço



publicado por animo às 13:37
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

UGANDA: NÃO PARES A VIDA QUE NÃO PÁRA EM BULENGA!!!!

 

Este é um aperitivo enviado da mais profunda realidade de Bulenga!Este William, ou muito me engano ou ainda um destes dias virá surpreender, numa televisão perto de si, com a sua fabulosa capacidade de comunicação!

Depois, vê só os "estragos" que as regressadas RitaLina, um mês depois, continuam a tornar realidade!

Podes ajudar, passa por aqui!

antónio colaço



publicado por animo às 12:19
link do post | comentar | favorito
|

WEBANGELHO

 

Pe Anselmo Borges

In Diário de Notícias de 15 Maio 2010

 

INOCÊNCIA E TEOLOGIA

 

Há anos, ia eu a passar por um mercado, no Maputo, e ouço uma negra a dizer para outra: "O Deus dos cristãos é muito mau: porque a primeira mulher ofereceu uma maçã ao marido e ambos comeram, castigou a humanidade com os males todos que tão bem conhecemos..."

E eu pensei para mim que, se fosse como ela dizia, tinha toda a razão. Mas não foi isso que foi frequentemente transmitido? Seja como for, não é admissível essa leitura.

O que lá está, de facto, é de tal modo imenso que se torna inesgotável. No essencial, do que se trata é da passagem da animalidade à humanidade. No jardim do Éden, está a inocência própria da animalidade. O mito narra então a constituição do ser humano: quando aparece o animal humano, perdeu-se a inocência e entrou-se na "nocência" - o étimo é o verbo latino nocere: fazer mal, prejudicar, causar a morte de. Por outras palavras, o que constitui o ser humano é a liberdade, a capacidade de distinguir o bem e o mal, e a grandeza de livremente fazer o bem e a tragédia de poder fazer o mal.

Lá está: "se comerdes da árvore do conhecimento do bem e do mal", sabereis que estais nus - refere-se à nudez metafísica: o homem já não faz um com a natureza, mas dois, e, por isso, é um ser moral -, e que sois mortais - o animal não humano também morre, mas não sabe que é mortal.

Então, como tenho repetido aqui, a moral é autónoma e, antes de ser uma questão em conexão com a religião, é uma questão constitutivamente humana. Pelo facto de ser um prematuro e de ser livre, o homem precisa de fazer-se e deve fazer-se bem, adequadamente. A. Torres Queiruga viu bem esta exigência de autonomia. A exigência moral não nasce de facto de se ser crente ou ateu, mas "da condição simplesmente humana de querer ser pessoa autêntica e cabal". Se se pensar a sério e desde que ambos queiram ser honestos, "não existe nada que a nível moral deva fazer um crente e não um ateu" (o seu desacordo em muitas opções será, em rigor de termos, por motivos morais e não propriamente religiosos).

Na perspectiva cristã, na raiz do real, está a liberdade e o amor: Deus criou livremente, por amor. Então, não criou por causa de si, mas por causa das criaturas, que são autónomas. Deste modo, ao reconhecer-se como criatura de Deus, a pessoa sabe que "a lei do seu ser e a vontade de Deus sobre ela são uma e a mesma coisa, pois Deus quer única e exclusivamente que a criatura se realize", de tal modo que dizer: "quero realizar o meu ser" e dizer: "quero cumprir a vontade de Deus" se identificam. É neste sentido que a teonomia se não opõe à autonomia; pelo contrário, está na sua raiz, funda-a.

Isto não significa que a religião e a teologia sejam indiferentes para a moral: vêm inevitavelmente à mente, quando se pensa na sua fundamentação incondicional e na conexão de moral e esperança.

Neste contexto e concretamente na presente situação de indiferença religiosa em conexão com a moral, confronto o leitor com algumas preocupações do filósofo agnóstico Max Horkheimer, um dos fundadores da Escola Crítica de Frankfurt: "É inútil pretender salvar um sentido incondicional sem Deus. A morte de Deus é também a morte da verdade eterna." A sociedade não pode manter-se com uma ética positivista: "Do ponto de vista do positivismo, não é possível desenvolver uma política moral. A partir da perspectiva meramente científica, o ódio não é pior do que o amor. Não há nenhum raciocínio logicamente concludente para que eu não deva odiar, se isso me não trouxer nenhuma desvantagem social. Como pode argumentar-se com rigor que eu não devo odiar, se isso me divertir? O positivismo não encontra nenhuma instância transcendente aos homens que distinga entre o altruísmo e o afã de lucro, entre bondade e crueldade, entre egoísmo e autodoação. Todos os intentos de fundamentar a moral na prudência terrena em vez de na referência a um além... apoiam-se em ilusões harmonizadoras. Tudo o que tem a ver com moral assenta em última instância na teologia."

 

NR

Sublinhados nossos.ac

 



publicado por animo às 12:18
link do post | comentar | favorito
|

FERNANDO PINA, DÁ-NOS CORDA AO FUTURO!

 

Resgatado dos comentários da ânimo, eis o meu querido amigo de velhas cumplicidades na Rádio,  Fernando Pina, de seu nome!

(Não, não é o da fotografia!A propósito, Fernando, trata lá de enviar algumas imagens tuas e do pessoal, que certamente as terás!Agora que nos reencontramos neste outro Beco!)

 

Fernando, o Zé Barreto dizia, há dias, que o Beco dos Tanoeiros está à nossa espera!

Tal como os teus relógios, Fernando, não deixes de lhes dar corda.

Talvez um destes dias as "manhãzinhas" da rádio anunciem novos tempos, novas horas de recomeçar, Ribatejo acima!

Um grande abraço!

antónio colaço

 

Numa de saudades, quem sabe, do futuro, cliquei «radio "O Ribatejo"» e embora saiba por onde andas ou andarás (quem não sabe?) esta foto tirada nas águas furtadas dos Tanoeiros, levou-me a viajar no tempo, tempo onde fui feliz, muito feliz. Essa felicidade foi possível porque uma 'empatia' (como é in ' dizer) entre dois fulanos permitiu que sons nunca editados ou escutados surgissem numa antena que tantas dores de cabeça causou. Eu sou o homem dos relógios que à tua esquerda trabalhava com uma Revox (?) gostei muito de te ver e ouvir (vídeo dos cantos alentejanos em Évora).

Um grande abraço, Colaço.

 

Fernando Pina

 



publicado por animo às 00:02
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Sexta-feira, 14 de Maio de 2010
ÉVORA . AS PRIMEIRAS IMAGENS DA INAUGURAÇÃO.OBRIGADO, JOÃO TEIXEIRA

Não, o meu querido amigo e irmão em S.Francisco de Assis, João Teixeira, surpreendeu-me descendo de Santo Tirso, não na QUADRIGA, e sim pelo seu próprio pé!

São dele as primeiras e únicas imagens da humilde inauguração em Évora, quase uma semana depois.

Muito obrigado, João, meu irmão!

Para além do mau tempo, contámos com a concorrência de vários desafios de Évora neste dia e, bem assim, de alguma descoordenação no que aos convites diz respeito. É verdade que os amigos da ânimo tinham sido todos convidados em directo....

 

Está feito, a Exposição está lá e agora há que visitá-la!

Alguém me segredou:

 

-"Com essa coisa de andares a mostrar os quadros todos os dias bem te lix...."

 

Não concordo. Quer dizer, acredito que sim mas em nada me arrependo de ter contribuído para que os meus amigos percebam como se processa o (meu) processo criativo o que pode, em muito, contribuir para que muitos talentos que estão por aí escondidos se sintam impelidos a aventurarem-se, também, na nobre arte, como dizia Miguel Ângelo, sobre as figuras que arrancava dos mármores de Carrara, as figuras estavam lá dentro, o artista só tinha que as arrancar de lá! Mais ou menos isto!

 

Mas o grande sentimento é mesmo o de um enorme privilégio por poder ter desafiado Évora, Património Mundial, em três frentes! Apesar da chuva, como disse várias vezes, os deuses, ao contrário de Deus, não quiseram nada comigo e no Templo Romano, desde a primeira à ultima hora foi sempre negas atrás de negas! Mesmo a derradeira foto que tirei à saida para Lisboa encostado à coluna corintia, que desceu para o Hotel D.Fernando, haveria de sujar-me por completo com o que sobrou dos gouaches ainda molhados de véspera, quase assassinando a camisa lavada que vestia para o regresso!!!

 

Mas a chuva não conseguiu vencer-nos e, como pode ver-se no post abaixo "OBRIGADO ÉVORA" lá demos a volta à situação!

Um obrigado à coragem e criatividade dos cantores e cantoras (uma novidade para mim!) do Grupo de Cantares de Évora e a Joaquim Soares seu dedicado e criativo líder!

 

Vamos até ao Hotel, sendo certo e sabido que, por diversas vezes, já aqui agradecemos a todos os que nos ajudaram. Renovamos esse MUITO OBRIGADO!

 

ÚLTIMA HORA

 

Em jeito de quase ÚLTIMA HORA, decorrem, neste momento, conversações com Josef Kaempf responsável pelas exposições na LER DEVAGAR , ali para as bandas de Alcântara, e na Galeria arthobler , por forma a trazer em Junho, parte da Exposição para Lisboa.

Há uma secreta esperança de que tal possa acontecer!

A ver vamos!

 

A reportagem do João Teixeira, o primeiro à direita, com esse outro amigo, Mário Pissarra, ao centro, a quem também já agradeci a agradável surpresa da sua presença:

 

Carlos Júlio, jornalista TSF, ilustre jornalista do renovado "REGISTO", semanário de Évora, o meu "biógrafo autorizado", explanando a sua licção sapiencial sobre este humilde animador de serviço, pintor, músico e tudo e tudo!

Obrigado, irmão Carlos Júlio!No que dão as nossas tantas inquietações!

 

 

 

-Ainda bem que a chuva veio juntar-se à defesa do património e que tu não pudeste dar-nos cabo do Templo Romano!!(Isto é uma piada minha, de bom gosto, para o Júlio!!!

 

A deputada humanista Teresa Venda, obrigado Teresa, o eurodeputado e Presidente da Assembleia Municipal, Capoulas Santos, obrigado, também, para além de Meninha, minha mulher e Fernanda Pissarra.

 

 

 

Uma visita guiada imposta pelo Carlos Júlio, à semelhança do que aconteceu em Aljustrel, também por sua sugestão!

 

A Dra Maria Gabriel, directora do Hotel D.Fernando, a quem mais uma vez agradecemos todo o apoio.Inexcedível em hospitalidade e convivencialidade!

 

 

Estou à vossa espera mesmo junto ao Bar. O meu indigitado "Chefe de Gabinete" aqui me colocou. Vai um Gin Tonic com conta peso e medida?!

 

Évora, Hotel D.Fernando, até dia 29 de maio!

antónio colaço

imagem:joão teixeira



publicado por animo às 18:11
link do post | comentar | favorito
|

MATINAS

 

Dilatados, os meus olhos vêem a dobrar, os meus ouvidos ouvem sem chorar, as mil e umas histórias de que são feitas as manhãzinhas nas salas de espera do Gama Pinto.

Em média, passo ali três horas de um surdo suplício.

Tratar da retina de seis em seis meses, mas, mesmo assim, que sorte  a minha para esta suave rotina, comparada com a que se adivinha nas mil e uma conversas em surdina, carregadas de glaucomas e retinas descoladas.

Obrigado

antónio colaço



publicado por animo às 17:57
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 13 de Maio de 2010
ÉVORA EXPOSIÇÃO NA ANTENA 1 . O LINK QUE FALTAVA e não só....

 

1

O Jorge Afonso de, O Dia Seguinte, da Antena1, tudo fez para que o link da nossa conversa do passado dia 4 de Maio fosse estabelecido!

Nós é que, estando a caminho de Évora, ou de regresso de Évora, jamais paramos para...ouvir!

 

Se não pode ouvir a nossa conversa, aqui está ela!

Obrigado, Jorge!

antónio colaço

 

2

Acabámos de receber, agora mesmo, quase oito dias depois, e sem que nos tivessemos sequer conhecido, ou, sequer, encontrado na Exposição para dois dedos de conversa que aqui quereríamos reportar, motivo que originou o concurso - uma vez mais um obrigado ao Hotel D.Fernando pelo gesto - o mail de rv cuja dificuldade em identificarmos e, posteriormente, colocar em contacto com o Hotel D.Fernando foi por demais difícil. Nada mais acrescentamos e não encontramos no referido mail uma razão que seja para justificar tal comportamento.

É a vida.

 

antónio colaço

__________________

 

 

Olá boa tarde.

Da Exposição: Gostei sobretudo da peneira, composição e mensagens que me passa - entre outras, do efeito crivo, de lá para cá, de cá para lá da "rede".
Espero que os resultados tenham sido bons. Do que assisti e falei, começou muito bem.

Do Presente: Das vezes que tentei falar, agradecer de viva voz, não quis interromper. Devia. Além de ver a exposição, ter-nos-íamos conhecido e certamente falado de cores.

Do fim de semana: correu muito bem, desde logo graças ao magnifico presente e que aqui novamente agradeço. Até o céu; mesmo de prata deixou passar raios de ouro q.b. para visitar a colecção de armas brancas no museu. Novamente fabuloso. Obg!!

Até já. Obg.rv



publicado por animo às 18:30
link do post | comentar | favorito
|

QUINTA DA ESPIGA

 

 

 

 

 

Intolerantes, com S.Bento sem bares e sem refeitórios, bora ao Chiado para um café e um folhado.

Pelo caminho, tropecas na Quinta da Espiga:

-Vai um raminho?

 

Fazes a digestão, folheias um livrinho e sem que dês por ela, metes-te ao caminho!

S.Bento,oh! que lindos e perfumados raminhos!

antónio colaço

 



publicado por animo às 18:15
link do post | comentar | favorito
|

MATINAS

Jacarandá, Ajuda, nascer do sol, hoje.

 

 

"Fazei coisas belas, mas, sobretudo, tornai as vossas vidas lugares de beleza!”

Bento XVI no seu melhor, ele que não disputa a simpatia de um João Paulo II, deverá deixar Portugal mais afectivo, mais sorridente, mais conforme à Beleza que proclamou.

Obrigado, mesmo se , por vezes, bom Deus, esborrato a Tua pintura, tornando-me feio, sobretudo, para aqueles a quem criei expectativas de Beleza. Da Tua Beleza.

antónio colaço



publicado por animo às 08:25
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 12 de Maio de 2010
MAFRA. 15 E 16 MAIO .VEM AÍ O CONCERTO INAUGURAL DOS SEIS ÓRGÃOS
Aguarda texto.


publicado por animo às 17:12
link do post | comentar | favorito
|

EM ÉVORA, SÊ ROMANO! PERDÃO, ALENTEJANO!

 

 

 

 

 

O outro lado de uma Exposição que pode visitar até 29 de Maio, na Galeria do Hotel D.Fernando, em Évora, dentro de momentos.

ac



publicado por animo às 15:09
link do post | comentar | favorito
|

MATINAS

 

Houve um confronto claro entre a tendência conservadora de Jerusalém e a de Paulo aberta aos pagãos sem passar pela Lei de Moisés. O resultado foi um compromisso entre as duas tendências. Na Igreja do “pão nosso de cada dia” não pode haver soluções definitivas. Seguindo a sua mais antiga tradição, os conflitos que se vivem hoje na Igreja Católica, no que diz respeito à sua vida interna, ao seu governo e à sua missão no século XXI, exigem um novo concílio bem preparado. Os católicos portugueses, com os seus bispos, não cometem nenhuma indelicadeza de hospitalidade se pressionarem a Cúria romana a aceitar este caminho.

 

Frei Bento Domingues, In Público,9.Mai.2010

 

Hoje senti um apelo matinal para começar o meu dia, aqui, exactamente neste lugar, que dá pelo nome de ânimo,de vir ampliar este apelo de Frei Bento.

É muito gratificante que o possa fazer aqui.

Alguns amigos sabem que criei outros dois lugares destinados a promover reencontros entre antigos colegas de seminários e neles introduzi como que uma espécie de "convento virtual", como queiram chamar-lhe, onde pudessemos rezar, meditar, encontrarmo-nos com o Deus em que acreditamos mas libertos, agora, de todas as visões condicionadamente beatéficas, culpabilizantes, numa palavra, inibidoras de poder sentir, conviver e dar testemunho de um Deus vivo e actuante!Na melhor linha do que nos diz, alguns posts mais abaixo, o Pe Anselmo Borges:

 

(...)

 

Mas, neste novo Reino, não vale tudo. Sobre Zaqueu, um desses pecadores, não se diz que tenha mudado de profissão, mas arrependeu-se e disse: "Senhor, vou dar metade dos meus bens aos pobres e a quem roubei vou restituir quatro vezes mais." Declarou mal--aventurados os ricos sem ponta de misericórdia. Lá está a parábola do rico avarento e do pobre Lázaro, que nem às migalhas da mesa tinha direito. O Reino é-o da graça, da misericórdia, mas não pertence ao facilitismo. O perdão requer arrependimento: "Vai em paz, não voltes a pecar", dizia ao pecador/a, e é preciso estar vigilante e pôr os talentos a render.

No fim, o que estará em julgamento é a justiça e o amor: "Destes-me de comer, de beber, de vestir, fostes visitar-me à cadeia e ao hospital." "Sempre que o fizestes a um qualquer foi a mim que o fizestes."

O que é mais: para tratar de seres humanos em dificuldade, transgrediu a lei sagrada do Sábado. "O Sábado é para o homem, não o homem para o Sábado." Afinal, toda a lei, mesmo a lei de Deus, fica subordinada ao bem do homem. No limite, agora, só o homem e a sua dignidade são sagrados.

Neste enquadramento, a pergunta decisiva não é então se Jesus é de direita ou de esquerda, mas quantos católicos tentam ser cristãos.

2

Hoje, ao começar este meu dia, quero agradecer-Te o poder fazer deste lugar de encontro, também, um lugar de oração a qualquer momento, "oração na hora", citando uma expressão dos meus camaradas socialistas, sem quaisquer constrangimentos, sem qualquer sombra de vergonha como senti numa fase inicial. Quero agradecer-Te, não a coragem, mas esta sensação de liberdade Total por poder dizer que fazes parte da minha vida, quer dizer, por ter podido redescobrir-Te como a Vida da minha vida e dela dar desinteressado testemunho. Apenas interessado em partilhar a alegria, esta Alegria, que me ajudou a deixar para trás angústias e melancolias que persistiam em conduzir-me a becos sem saída.

3

Obrigado por poder dizer tudo isto, aqui!

Acho que o S.Paulo que neste momento interpela quem o visite nas paredes da Galeria do Hotel D.Fernando, em Évora,teve como justificação para que o tenha pintado, grande parte das palavras que aqui ficam ditas.

Eu mesmo, ainda e sempre, aturdido mas agradecido pela Graça da Tua Revelação!

 

antónio colaço

 

NR

Mestre António Santos, o do Grupo de Cantares de Évora, sem querer, as suas palavras ajudaram a estas palavras que agora aqui deixo!Muito obrigado!

 

ÓLA SRº. COLAÇO,SOU O ANTONIO SANTOS DO GRUPO CANTARES DE EVORA,FOI UMA MARAVILHA,TODOS AQUELES MOMENTOS NA BIBLIOTECA.(JÁ AGORA NÃO QUEIRA IR PARA COVEIRO QUE GANHAM MÁL......)
CUMPRIMENTOS
A.SANTOS

 



publicado por animo às 07:16
link do post | comentar | favorito
|

pesquisar
 
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

PE ANSELMO BORGES NÃO TE...

MINISTRO CAPOULAS SANTOS ...

WEBANGELHO SEGUNDO ANSELM...

CARDIGOS, AS CEREJAS E O ...

trip - ir a mundos onde n...

´WEBANGELHO SEGUNDO ANSEL...

ANDRÉS QUEIRUGA EM PORTUG...

WEBANGELHO SEGUNDO ANSELM...

ANDRÉS TORRES QUEIRUGA EM...

PE ANSELMO BORGES SOMA E ...

SEARAS ESCOLA DE VIDA

WEBANGELHO SEGUNDO ANSELM...

WEBANGELHO SEGUNDO ANSELM...

SIM AO CREDO DOS VALORES

SUBSTITUIMOS O CREDO DOS ...

HOJE, TODOS À GULBENKIAN ...

QUARENTA E TRÊS . FAZER O...

PE ANSELMO AO ATAQUE NA D...

PE ANSELMO BORGES AO ATAQ...

MÁSCARAS, INFERNO E OS BU...

arquivos

Outubro 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

tags

todas as tags

links









































































































































































































subscrever feeds