Quarta-feira, 18 de Fevereiro de 2009
CONTO-TE COMO FOI
nova-imagem-351

Deixas Lisboa e nela as cidades de Nadir dormindo ao relento nos corredores do Parlamento. Trazes pendurados nas paredes das tuas rurais ideias, porventura menos elaborados,  outros tantos quadros. E dizes, rumarei às minhas origens, lá subirei à montanha, sendo que em qualquer sítio dou por Aquele que sempre me acompanha.

nova-imagem-66

Ao caminho que se faz tarde. Quem não transgrediria, num abrupto stop, surpreendido, em plena  AH!23... , por um sol a espreguiçar-se, assim, em final de dia, no almofadado leito do nosso querido Tejo...

nova-imagem-57

Já em plena Beira, à beirinha do sol se pôr ...despacha-te, que me quero de ti despedir.

nova-imagem-61

Agora que o sol se pôs e a lareira já fumega, toca a ver nascer na "têvê" os longínquos dias  em que, do futuro que te esperava, nada sabias.

escolaprimariacardigos1a1

Como é gratificante, agora, deste lado de cá do futuro,  de que  então nada não sabíamos, olhar para esta pequenada toda, rural, sim, sem os desafios da televisionada tribo urbana, impecavelmente caracterizada no "Conta-me como foi", é certo,  mas, mesmo assim, com uma vida tão intensa, tão humana. A minha 2ª classe, Cardigos, meados dos anos 50.

escolaprimariacardigos1ab

Um privilégio poder, ainda hoje, tropeçar na Calçada da Ajuda com o meu grande amigo de infância cada um protagonizando o seu papel na Grande Cidade.

exponet105

Que privilégio, que sortilégio os reencontrados dias de então, muitos anos mais tarde,  na Portugália-mãe de todos nós, como que  ajuramentados a um tempo, a uma terra de onde parece nunca termos saído. 

nova-imagem-75

 Saltar da ficção para a realidade, celebrar o tímido regresso dos soalheiros dias à letargia outonal do Vale da Árvores. E o Vale, para os que sabem, ele mesmo um fiel compromisso com essa tão decisiva quanto marcante matriz rural.

nova-imagem-69

E o Vale a perdoar-nos o aparente abandono. Nas amendoeiras, o florido  beijo de um primeiro botão.

nova-imagem-73

Nas ameixoeiras, tímidas grinaldas antecipam a adivinhada boda de suculentas ameixas feita, assim esperamos.

nova-imagem-65

Sim aos meus narcisos, agora que me sinto cada vez mais distante de um  narcisismo entediante.

nova-imagem-74

Resistentes ao violento abraço das mais recentes geadas, ei-las, orvalhadas, as perfumadas violetas da minha infância cardiguense.

-Violetas, contem-me como foi, cantem como é bom sentir o vosso perfume aqui! Mãe, Maria, para  vós, também.

antónio colaço


publicado por animo às 17:02
link do post | comentar | favorito
|

pesquisar
 
Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

MINISTRO CAPOULAS SANTOS ...

WEBANGELHO SEGUNDO ANSELM...

CARDIGOS, AS CEREJAS E O ...

trip - ir a mundos onde n...

´WEBANGELHO SEGUNDO ANSEL...

ANDRÉS QUEIRUGA EM PORTUG...

WEBANGELHO SEGUNDO ANSELM...

ANDRÉS TORRES QUEIRUGA EM...

PE ANSELMO BORGES SOMA E ...

SEARAS ESCOLA DE VIDA

WEBANGELHO SEGUNDO ANSELM...

WEBANGELHO SEGUNDO ANSELM...

SIM AO CREDO DOS VALORES

SUBSTITUIMOS O CREDO DOS ...

HOJE, TODOS À GULBENKIAN ...

QUARENTA E TRÊS . FAZER O...

PE ANSELMO AO ATAQUE NA D...

PE ANSELMO BORGES AO ATAQ...

MÁSCARAS, INFERNO E OS BU...

ÂNIMO . TRINTA E OITO ANO...

arquivos

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

tags

todas as tags

links









































































































































































































subscrever feeds