Quarta-feira, 12 de Janeiro de 2011
VASCO LOURENÇO ENALTECE VIDA E OBRA DE VITOR ALVES E CRITICA MARGINALIZAÇÃO DOS HOMENS DE ABRIL

 

 

 

 



publicado por animo às 15:47
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 11 de Janeiro de 2011
SEM NET!

 Ânimo, sem net!

Já volt



publicado por animo às 16:58
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 10 de Janeiro de 2011
ÂNIMO HOMENAGEIA EDUARDO GAGEIRO COM COLECTIVA FOTOJORNALISMO.AS FOTOGRAFIAS QUE FAZEM FALAR AS NOTÍCIAS

FOTO INSTANTE FATAL. Luiz Carvalho no seu atelier LIGHTSHOT com Eduardo Gageiro.

 

Está assente:a Colectiva FOTOJORNALISMO.AS FOTOGRAFIAS QUE FAZEM FALAR AS NOTÍCIAS - de 24 de janeiro a 5 de Fevereiro - vai constituir a merecida homenagem que queremos prestar a Eduardo Gageiro, que será, também, o nosso convidado dos AAA-Animados Almoços da Ânimo, na quarta-feira, 26 de Janeiro, no RES PUBLICA ( a propósito, por que não vai lá almoçar, amanhã, e aproveita para levar amigos que há muito quer rever?!Passe pelo site do RES PUBLICA e saiba como reservar mesa, escolher ementa, e tudo e tudo!Ah! E se quiser, reserve mesa para o Cozido à Portuguesa da próxima quarta-feira, onde, como sabe, temos como convidado o Presidente do Tribunal de Contas, Dr.Guilhermed'Oliveira Martins!).

 

Para além de fotografias seleccionadas pelo próprio Eduardo Gageiro, nomes como Luiz Carvalho, António Pedro Ferreira, Jorge Simão,Rodrigo Cabrita, Alexandre Almeida, Daniel Rocha, Clara Azevedo e Luisa Ferreira, estão já confirmados, aguardando outras respostas que a seu tempo divulgaremos.

O lugar das redes sociais e o seu papel nesta área está entregue ao nosso querido amigo Mário Filipe Pires.

Lançámos, igualmente, um desafio ao Luiz Carvalho, para que dê oportunidade a um dos seus melhores alunos para participar também.

 

Na noite da vernissage, 19 horas, de Segunda-feira, 24 de Janeiro, promoveremos um DEBATE sobre os desafios que estão lançados ao fotojornalisnmo nos dias de hoje.

 

Outras iniciativas estão em programação na área da animação, da rádio à televisão, cinema mas também no domínio das artes plásticas, ciências sociais e não só

 

A seu tempo daremos notícias.

antónio colaço

 



publicado por animo às 16:25
link do post | comentar | favorito

TEM PERGUNTAS PARA GUILHERME D'OLIVEIRA MARTINS?

 

O nosso convidado dos AAA-Animados Almoços da Ânimo, da próxima quarta-feira, é o Dr. Gulherme d'Oliveira Martins.

Tal como na passada semana, voltamos a perguntar aos nossos leitores que perguntas gostariam de colocar a Guilherme.

O nosso mail é o lugar exacto onde podem deixar o que querem perguntar!

Guilherme está connosco não só para falar das contas do Tribunal de Contas, mas também dos novos desafios que o esperam na fiscalização das PPP, parcerias públicas privadas, e, ainda, do Centro Nacional de Cultura que ajudou a fundar!

antónio colaço



publicado por animo às 16:24
link do post | comentar | favorito

LISBOAS

Como já se percebeu a agitação dos últimos dias alterou-nos o pulsar dos dias.

Ficam imagens sem data, portanto, à espera dos vossos rodapés!

antónio colaço

 

 

 

 

 

 

AGUARDA

 

 



publicado por animo às 16:23
link do post | comentar | favorito

WEBANGELHOS DE ANSELMO BORGES E FREI BENTO DOMINGUES

 

Pe Anselmo Borges

In DN 8.01.2011

 

Os dias de Natal são especiais. Há uma atmosfera diferente, o melhor de nós pode revelar-se: mais proximidade, mais intimidade, mais amor, mais solidariedade. Directa ou indirectamente, há uma presença inegável: o nascimento de um Menino, com "a mensagem mais bela e revolucionária da história mundial", no dizer de Heiner Geissler, que foi ministro do Governo Federal da Alemanha e que escreveu um livro admirável precisamente com o título: "O que diria Jesus hoje?"

Mesmo se muitas vezes os que se reclamam de Jesus fizeram da sua mensagem um Disangelho, como disse Nietzsche, ela é real e verdadeiro Evangelho, notícia boa e felicitante.

Essa mensagem tem na sua base a afirmação de que é o ser humano, com a sua dignidade inviolável e fundamentada em Deus, que ocupa o centro de toda a actividade política e económica. Essa dignidade e os direitos que dela derivam constituem o critério de todas as leis, mesmo das leis "divinas", e o fundamento para a convivência em igualdade de todos os seres humanos, independentemente do sexo, cultura, etnia, religião, classe, nação, estatuto social ou jurídico.

O amor a Deus sem amor ao próximo é uma ilusão, e este amor ao próximo não é platónico, pois tem de ter tradução prática concreta - dar de comer, de beber, de vestir, visitar o doente e o preso -, e supera as barreiras culturais, nacionais, religiosas. Próximo é o próprio inimigo em dificuldade.

Os seres humanos e os seus interesses estão antes dos interesses do capital. O capitalismo neoliberal não está de acordo com o Evangelho e "constitui um crime contra milhares de milhões de pessoas que têm de viver na pobreza, na doença e na ignorância". "Quem transforma o valor na bolsa e a cotação das acções de uma empresa em algo absoluto e quem atribui importância, em termos económicos, apenas aos interesses do capital faz parte das pessoas que, como diz Jesus, possuem muito dinheiro e para as quais será difícil entrar no Reino de Deus." Os mais de dois mil milhões de cristãos têm, pois, de formar uma força impulsionadora de uma nova ordem económica mundial com base na justiça.

 

__________________________________

 

FREI BENTO DOMINGUES

__________________________________

 

1. Um atentado, em Alexandria (Egipto), à saída

da Missa do Ano Novo, contra cristãos coptas,

matou 23 pessoas e feriu muitas outras. O atentado

ainda não foi reivindicado. O governador de

Alexandria, Adel Labib, não hesitou em apontar

o dedo à Al-Qaeda. Copta signifi ca egípcio. A Igreja cristã

copta tem as suas raízes em Alexandria desde meados

do século I. Não é uma intromissão tardia no mundo muçulmano!

O importante, agora, é a solidariedade activa

com os perseguidos. A perseguição provoca a emigração,

que tem consequências graves e dolorosas para todos.

Atinge todas as comunidades no mundo árabe, sobretudo

no Líbano, Síria, Palestina, Jordânia, Egipto e Iraque,

esvaziando esses países da presença cristã.

Com a emigração perde-se, pouco a pouco, o pluralismo

e a diversidade desse mundo. Por esse caminho,

chegará o momento em que nem sequer fará sentido

falar de diálogo islamo-cristão no Médio Oriente. Ora,

como diz o Courrier OEcuménique du Moyen-Orient 55

(Cf.: www.mec churches.org), esse diálogo envolve a vida

social, as culturas e as consciências, pois concretiza-se

nos diferentes aspectos do tecido da vida quotidiana

nas sociedades árabes.

O resultado da emigração forçada dos cristãos será

uma sociedade monolítica, privada da diferença. No

imaginário universal, o Médio Oriente tornar-se-ia uma

sociedade árabe e muçulmana face a uma sociedade europeia

dita cristã, embora a Europa e a América sejam,

tendencialmente, laicas com uma grande diversidade

religiosa. Num Médio Oriente esvaziado dos seus cristãos,

qualquer pretexto seria propício para um novo choque

de culturas, de civilizações e até de religiões.

2. Esse panorama real e hipotético é muito incompleto.

Existem outras difi culdades para

a paz no Médio Oriente.

Na opinião de Hans Küng – grande obreiro

da Ética Global –, Israel poderia transformarse

numa ponte para o entendimento pacífi co. O sonho

de Theodor Herzl cumpriu-se, apenas, pela metade:

Israel tem uma terra, mas não tem paz.

Na realidade, a Palestina não era uma terra sem um

povo para onde pudesse – sem mais nem menos – emigrar

um povo sem terra. Há uns bons mil anos residia lá uma

população árabe muçulmana. A questão palestina constitui,

por assim dizer, a sombra do Estado de Israel. Em

cinco décadas, cinco guerras! Mas, hoje, também muitos

israelenses compreendem que um povo de apenas seis

milhões de judeus não poderá prosperar se não viver em

paz com os 140 milhões de árabes que o rodeiam. Também

os palestinos têm direito a um Estado próprio. Na

verdade, só poderá haver paz no Médio Oriente se, de um

lado e de outro, forem desmontados os ressentimentos

étnico-religiosos e as agressões. Mais do que em qualquer

outro lugar, vale, aqui, a frase: não existirá paz entre as

nações, se não existir paz entre as religiões! (1)

Régis Debray, depois de um livro muito pouco ingénuo

sobre a “Terra Santa”, publicou, no ano passado, uma

carta polémica dirigida a um amigo israelense, Elie Barnavi.

Não se resigna à ideia de que uma sociedade tão

evoluída possa tornar-se uma fortaleza fundamentalista

(2). Confessa que estava farto de ouvir a antífona dos

diplomatas e dos políticos: “O que dizes é verdade, mas

não se pode dizer.” Porque razão um francês não teria

o direito de escrever o que um israelense diz na rua, no

café ou lê no seu jornal? Este estranho pudor, mistura

de culpabilidade, de intimidação e de bons sentimentos,

não serve a causa que pretende servir. Alimenta o antisemitismo,

nutre o ressentimento contra o protegido do

Ocidente, que tem sempre por nulas ou inexistentes todas

as resoluções da ONU. Não será o papel de um intelectual,

francês ou israelense, destapar os tabus da tribo?

Adianta que o fi nal do seu livro é, talvez, demasiado

optimista, pois, “nesse clima, muitos dos meus amigos

judeus colocam a si próprios questões existenciais radicais.

Perguntam, simplesmente, se Israel, apesar da

sua vitalidade económica, poderá sobreviver a longo

prazo. Têm razão. É por isso que importa pegar o touro

pelos cornos” (3).

3. Há 50 anos (25.12.1961), foi convocado o Concílio

Vaticano II pelo Papa João XXIII, o Papa

da Pacem in Terris. Uma das viragens mais

importantes e mais difíceis desse concílio

foi o reconhecimento da liberdade religiosa

que Pio IX tinha anatematizado. Como escreveu Bento

XVI, continua a ser um caminho indispensável para

a paz e o coração dos Direitos Humanos, como

dizia João Paulo II. Não é de admirar que, ainda hoje,

seja tão difícil aceitar as suas consequências.

A marca do Vaticano II não é feita só pelas viragens

que fez, mas pelas viragens a fazer para não voltar atrás.

O aggiornamento é algo que

tem de ser continuamente empreendido à luz dos sinais

dos tempos em mudança. Esta perspectiva só foi possível

porque a Igreja abandonou a ideia de ser o centro de tudo.

Foi-se descentrando para Jesus Cristo, para as outras

Igrejas cristãs, para as outras religiões não cristãs e para o

mundo, nas suas tristezas, alegrias e esperanças.

No Vaticano II, foram reencontrados, em plena actualidade,

os caminhos de Deus e do mundo, abertos

pelo Baptismo de Jesus e pelo Pentecostes da Igreja, em

banhos do Espírito Santo.

(1) Cf. Hans Küng, Religiões do Mundo, Multinova, 2004, p.

208-209. Este autor tem uma vasta obra, em três volumes,

sobre o passado, o presente e o futuro do Judaísmo, Cristianismo

e Islão.

(2) Un candide en Terre sainte, Gallimard, 2008; À Un Ami Isrélien,

avec une réponse d’Elie Barnavi, Flammarion 2010

(3) Le Monde des Religions, Julho-Agosto 2010

 



publicado por animo às 16:23
link do post | comentar | favorito

Domingo, 9 de Janeiro de 2011
JERÓNIMOS.CONCERTO DE REIS (ACTUALIZAÇÃO!!!)

JERÓNIMOS.CONCERTO DE REIS.Sérgio Pacheco, trompete e António Esteireiro,órgão.Um excerto do Concerto:Johann Sebastian Bach, Concerto em Ré Maior,BWV 972.
Esta tarde, no Mosteiro, a tradição cumpriu-se.
Aquele órgão, a acústica dos Jerónimos....fazem com que não desistamos da proposta de fazer integrar no próximo Festival de Órgão, ou, quem sabe, face ao silêncio em que caíu a nossa conversa com João Vaz, avançarmos nós com uma proposta, para a criação de um FESTIVAL DE IMPROVISAÇÃO EM ÓRGÃO!!!!
 

PS

Completamente em cima da hora a que procedemos à actualização deste post.... e por que não os Jerónimos, sim?!O Órgão mais próximo da Calçada da Ajuda?!

O Cónego Ferreira vai ter que nos "aturar"!!!! 

antónio colaço

 



publicado por animo às 23:22
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

PARABÉNS, SIC NOTÍCIAS, PELOS 10 ANOS DE VIDA!

"Queremos apostar nas parcerias com as universidades e estreitar laços com as redes sociais!".

António José Teixeira, in DN,ontem.

2

Estivemos na festa dos 10 anos da SICnotícias.

Obrigado pelo convite e a todos os que fazem a SICNotícias - premiada o ano passado com um ânimo de ouro pela cobertura que deu às nossas iniciativas - os nossos parabéns!

A festa pecou por falta de conteúdo.Para uma celebração de 10 anos bem que o modelo poderia ter sido outro, tipo, por exemplo, das festas ....TVI (mauzinho!!!).A verdade é que foi impossível falar com quem quer que fosse tal o volume do som ambiente.

Se calhar era mesmo este clima que se queria. Pela nossa parte saímos mais cedo porque os tímpanos já não aguentavam mais.

3

Tinhamos intenção de gravar dois dedos de conversa com o nosso querido amigo Tozé Teixeira.Tal não foi possível pelos motivos que referimos mas...à saída confrontamo-lo com as palavras que deixou ditas no DN de ontem.

Pela parte da ânimo/blog/facebook dissemos ao TóZé que estamos disponiveis para estreitar todos os laços!( Ou não se chame o animador de serviço Tózé, para os amigos e...Colaço,para o pessoal em geral!!!)

Depois desta nota nada narcísica resta-nos acrescentar, ainda, que, enquanto foi possível "conversar" aos berros, lá conseguimos travar uma agradável conversa quer com o nosso amigo Medeiros Ferreira, quer com Eduardo Cintra Torres que se manifestou disponível para um destes dias aqui vir falar connosco sobre redes sociais e os desafios que as esperam.

4

Ficam os parabéns captados pelos 5pixels das nossas cameras"(soa bem, certo?!) mas antes, provem connosco o bolo de aniversário e ergam connosco a flute "parabenizadora"!

À sua saúde, Dr.Francisco Balsemão, e a todos os operários da sua televisão!

antónio colaço

 

 

 



publicado por animo às 04:20
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 7 de Janeiro de 2011
FOTOJORNALISMO.AS FOTOGRAFIAS QUE FAZEM FALAR AS NOTÍCIAS.COLECTIVA NA GALERIA DASSOC.A25ABRIL

Aqui está a próxima iniciativa da ânimo com o apoio da A25A.

Uma Colectiva de credenciados fotojornalistas e novos protagonistas .

Um debate sobre os novos desafios face às novas redes sociais.

Uma justa homenagem a um nome máximo.

AGUARDA MAIS NOTÍCIAS

 

antónio colaço



publicado por animo às 21:27
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 6 de Janeiro de 2011
RTP1 E TVI FALAM DAS ESCUTAS E ESCUTARAM O QUE SE DISSE NA ÂNIMO!(ACTUALIZAÇÃO)

NOTA PRÉVIA . A NOSSA VISÃO SOBRE A VISÃO DA .... VISÃO

 

Antes de accionarmos os links para as reportagens que a RTP1 e TVI acabaram de passar, sobre a nossa conversa,ontem,com o juiz Carlos Alexandre, seja-nos permitido um pequeno desabafo, nada mais do que isso, ainda relacionado com a notícia que aqui demos aquando do almoço com o nosso primeiro convidado, Vasco Lourenço, que aqui revelou ter sido convidado para avançar com uma candidatura à Presidência da República, tendo, "por falta de coragem" recusado tal convite.

A revista Visão fez eco de tal notícia mas sem ter revelado a fonte. Num primeiro contacto com a revista foi-nos dito que tinham sabido por outras fontes. Após confirmarmos com Vasco Lourenço a inverdade de tal facto, voltamos a contactar a revista, apenas para que as coisas ficassem esclarecidas sem qualquer outro intuito.Não trazemos o rei na barriga nem queremos perder mais tempo com o assunto mas não resistimos a publicar um naco de prosa acabado de chegar:

(...)

...Eu, por mim, tenho mais que fazer. Se não foi ele, foi alguém por ele, não quero saber. Mas o Ânimo não é o centro do mundo. Nem nenhum jornalista da VISÃO passa os dias a suspirar pela próxima notícia - parem as máquinas! - da Ânimo. Na verdade, desculpa ser um bocado bruto, nunca ouvi ninguém falar da ânimo a não ser o seu animador. E não sonho com a Ânimo todas as noites nem me lembro que existe a não ser quando tu me lembras.
Amigos como dantes e bom ano.F.

 

De facto,mais do que falar-se da ânimo, a ânimo quer é que se fale do que há de urgente para falar neste país e , aí, sim, meu caro F., podes contar que a ânimo, com os seus parcos recursos vai dar - está a dar, como agora se vê - uma boa ajudinha, ou não estejamos nós sedeados na..Calçada da Ajuda!Dizes bem, amigos como dantes, até porque a ânimo nasceu em Mação/Abrantes!

Ao trabalho, quanto antes!

____________

RTP1

____________

 

E vamos, então, ao trabalho apresentado pela RTP1, há instantes!(clica no link!)

 

____________

TVI/tvi24

____________

 

O Jornal da Noite da TVI. Escolher "Mais videos" e Clicar no vídeo "ENTREVISTA A JUIZ NO YOUTUBE".

 

 

antónio colaço

 

 

 



publicado por animo às 15:09
link do post | comentar | favorito

ânimo ESTÁ A BATER TODOS OS RECORDES DE VISITAS.MUITO OBRIGADO!

UM SENTIDO E EMOCIONADO OBRIGADO A TODOS AQUELES QUE ESTÃO A ACOMPANHAR O NOSSO TRABALHO.ESTÃO A SER BATIDOS TODOS OS ANTERIORES RECORDES DE VISITAS E SE PENSARMOS QUE,POR EX,NO DN OS VIDEOS CONTAVAM ÀS 8.30 COM QUASE DOIS MIL VISIONAMENTOS PARA NÃO FALAR DO JN E OUTROS ESTÁ EXPLICADO O SUCESSO DA NOSSA INICIATIVA.

 

DE FACTO,MAIS DO QUE DESLUMBRADOS SENTIMO-NOS ANIMADOS,RESPONSABILIZADOS A DAR O NOSSO CONTRIBUTO PARA TORNAR OS DIAS DESTE DESANIMADO PAÍS "MAIS LEVES",MAIS CHEIOS DE UM ÂNIMO QUE NOS FAÇA DAR A VOLTA A UM "DESTINO"DE COITADINHOS, "FMIZINHOS QUE ,DE TODO RECUSAMOS.

 

SOBRE ALGUNS ASSUMIDOS SILÊNCIOS VOLTAREMOS A FALAR MAIS TARDE PORQUE ESSE É TAMBÉM UM COMBATE PARA O QUAL  NOS PROPOMOS "ARREGAÇAR AS MANGAS" SEGUINDO AS SÁBIAS PALAVRAS AQUI DITAS PELO NOSSO AMIGO NICOLAU SANTOS.

 

OBRIGADO,OUTRA VEZ!

antonio colaço

por tlm



publicado por animo às 13:00
link do post | comentar | favorito

MEDIA NACIONAIS REAGEM À CONVERSA COM CARLOS ALEXANDRE (actualização)

No Diário de Notícias, entre a meia-noite e as 8 e 30 desta manhã, os vídeos da ânimo contavam com mais de 1650 visualizações e uma vintena de comentários ( onde, pasme-se, há lugar para a linguagem mais reles de alguns leitores que se escondem atrás do miserável estatuto de "anónimo"!) em regra, sublinhando a coragem de Carlos Alexandre.

A abertura do jornal:

 

 

 

Nesta conversa informal, o juiz Carlos Alexandre faz algumas revelações e dá a conhecer um pouco mais da sua personalidade, embora nunca tocando nos casos mediáticos que tem em mãos.

Fala da pressão com que convive diariamente, da coragem que é necessário em Portugal para exercer a sua função, da chegada a Lisboa depois da infância em Mação e termina com uma revelação: "Não tenho preocupações quando abro a porta de casa e do gabinete".

Veja aqui os vídeos da entrevista:

 

O juiz que está á frente de casos mediáticos como o 'Face Oculta' e 'Operação Furacão' almoçou e deu uma entrevista ao autor do blogue "Ânimo", onde dá a conhecer o seu lado mais informal.

 

 

 

 

A entrevista foi feita pelo ex-assessor da bancada parlamentar do PS António Colaço e publicada, também, no YouTube e na página do Facebook "Ânimo Dias Mais Leves (António Colaço)". A conversa decorreu no restaurante Res Publica, da Associação 25 de Abril, em Lisboa, durante a hora de almoço de hoje, quinta-feira.

Numa altura em que dirige a instrução do processo Face Oculta, Carlos Alexandre refere-se à transparência da justiça, afirmando que vê "com preocupação cada vez mais sinais em sentido contrário". E dá o exemplo, noticiado hoje pelo JN, da alteração legislativa "muito cirúrgica" que veio impedir, há dois meses, o acesso dos jornalistas às audiências da fase de instrução dos processos, com excepção para o debate instrutório.

Em matéria de escutas, Carlos Alexandre evita referir-se ao processo Face Oculta, defendendo, de um modo geral, que a transcrição de todas as intercepções telefónicas é desnecessária e representa um custo demasiado grande para o sistema: "Está na altura de os nossos legisladores confiarem na Justiça (...) no sentido de passarmos a uma fase de mais oralidade", afirma.

Carlos Alexandre refere mesmo que a audição das escutas permite compreender "até com mais propriedade" o sentido das conversas, pela entoação com que se expressam os intervenientes.
Por outro lado, o juiz de instrução afirma que "as escutas têm sido um vector fundamental para certas investigações".

Carlos Alexandre considera também que, na justiça criminal, "há alguns estrangulamentos", por falta de meios humanos e, também, legislativos. A este nível, defende, nomeadamente, que o processo penal deve ser revisto no sentido de permitir que os depoimentos prestados na fase de inquérito sejam válidos para as fases processuais subsequentes.

 

 



publicado por animo às 00:48
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

MATINAS

 

 

Perigo, a Primavera dá os primeiros passos em Monsanto.

antónio colaço



publicado por animo às 00:43
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 5 de Janeiro de 2011
VÉSPERAS

Rua da Misericórdia

 

Rua de S.Paulo

 

Descendo, a pé, desde a Associação 25 de Abril, após quase quatro horas para conseguir colocar no Youtube a conversa com Carlos Alexandre, eis a Rua de S.Paulo, ao fundo, à esquerda, a sua igreja, para onde tantas vezes encaminhei os meus passos, deixando os Passos Perdidos por instantes.

A minha Damasco por cada vez que dela me abeirei.

Obrigado, por toda esta Iluminação de que se fez o dia de hoje.

antónio colaço



publicado por animo às 22:09
link do post | comentar | favorito

O ALMOÇO COM O JUIZ CARLOS ALEXANDRE NO RES PUBLICA

 

 

Enquanto não estabelecemos "ligação" com o Restaurante RES PUBLICA, da Associação 25 de Abril, para a transmissão da conversa com o juiz Carlos Alexandre, o convidado dos AAA-Animados Almoços da Ânimo, deixamos duas imagens, quer do almoço, quer do ânimo de ouro que fazemos questão de oferecer, sempre, aos nossos convidados. Dentro da caixinha com o nosso logotipo - o desenho de Piero Fornasetti que nos acompanha há 30 anos - uma pequena garrafa com um "dedal" de licor de poejo! Tudo contributos para tornar os dias mais leves, no caso, os dias da Justiça.

De facto, depois de Vasco Lourenço, nosso primeiro convidado, em que fizemos uma radiografia a este Portugal de Abril, depois de Nicolau Santos que nos ajudou a trocar por miúdos o estado da economia e nos pediu para "arregaçar as mangas e ir à luta", hoje, foi a vez de, com o juiz Carlos Alexandre, tomarmos o pulso à Justiça deste país!

 

E Carlos Alexandre disse coisas muito importantes, apesar de todo o compreensivo condicionalismo do seu estatuto de magistrado.

Uma pequena nota para dar conta do interesse com que esta conversa está a ser acompanhada nas redacções de muitos dos nossos media, tendo registado contactos do Público, Diário de Notícias, I, Lusa, Antena 1 e da SIC que enviou mesmo uma equipa de reportagem à Rua da Misericórdia.

Não queremos competir com ninguém mas a ânimo veio para ficar e dar o seu contributo, também jornalístico, sem carteira mas fiel cumpridora do Código Deontológico, onde deverá ser integrado esta aproximação ao jornalismo por parte dos "jornalistas de rede social"!Um assunto para debatermos em breve!

Já a seguir!

antónio colaço

 

AS NOSSAS DESCULPAS PELA DEMORA MAS O YOUTUBE ESTÁ DEMASIADO LENTO.

DEVIDO AO PESO DO QUE FOI DITO?

 

No primeiro dos vídeos, ficamos a conhecer o homem e os critérios por que se rege bem como é feita uma radiografia ao mundo das leis. Muitas leis poucos meios para as fazer cumprir? Leis feitas com alçapões dentro a benefício de quem?

A coragem de levar por diante, doa a quem doer, o dever de trazer a verdade ao de cima e o papel das novas gerações de juizes.

Sim ou não à existência de um Sindicato de Juizes.

 

No segundo vídeo - esperemos que o Youtube não esteja tão lento como o primeiro, Carlos Alexandre é frontal sobre o problema das escutas em Portugal. Sobre o caso Face Oculta, houve ou não recuo da sua parte?

Aguarde!

O primeiro vídeo!

Obrigado, Carlos Alexandre!

 



publicado por animo às 15:30
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

pesquisar
 
Março 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


posts recentes

DA ARTE E DOS ESPAÇOS INE...

OBRIGADO, MANUEL

ANTONIO COLAÇO NO "VOCÊ N...

PE ANSELMO BORGES NOS ANI...

ANA SÁ LOPES NOS AAAANIMA...

ANA SÁ LOPES NOS ANIMADOS...

O OUTRO LADO DO AAANIMADO...

LISBOAS

CHEF PEDRO HONÓRIO OU AS ...

BALANÇO FINAL . JOAQUIM L...

REGRESSARAM OS AAANIMADOS...

IN MEMORIAM ANTÓNIO ALMEI...

PE ANSELMO BORGES NÃO TE...

MINISTRO CAPOULAS SANTOS ...

WEBANGELHO SEGUNDO ANSELM...

CARDIGOS, AS CEREJAS E O ...

trip - ir a mundos onde n...

´WEBANGELHO SEGUNDO ANSEL...

ANDRÉS QUEIRUGA EM PORTUG...

WEBANGELHO SEGUNDO ANSELM...

arquivos

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Outubro 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

tags

todas as tags

links









































































































































































































subscrever feeds