Quarta-feira, 5 de Setembro de 2012
SOBREMESA

Ainda a tempo da sobremesa de um demorado almoço de Setembro?
Acabadinhas de chegar do Vale,fresquinhas como a água que sobe dos 82 metros do seu friático lençol, moscatell e cardinal.Enfim, fruta sem tratamento para uma ceia, perdão, um "almoço de Cardeais"!!
Sirvam-se, amigos leais!!!!

 



publicado por animo às 17:18
link do post | comentar | favorito

O QUE FAZ FALTA É ANIMAR A MALTA


publicado por animo às 17:15
link do post | comentar | favorito

MATINAS

 



publicado por animo às 16:57
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 4 de Setembro de 2012
FRANCISCO

DORME,DORME MEU MENINO

Enquanto qwerto, a Maria rega o jardim, os Pais do Francisco descansam na esplanada do Cine e o Francisco está à minha guarda graças a estas novas tecnologias!!!

 

FRANCISCO DESAFIA MICAS

O Francisco anda radiante com esta sua primeira incursão a sério por terras de Mação.
Nesta mesma varanda a sua Mãe brincou.
Não tinhamos, então, nem a Micas, nem o velhinho e saudoso Quico.
Um dia, quem sabe, o Francisco olhará para esta mesma foto e, nesta mesma varanda, dirá para o seu filho " as coisas a que o teu bisavô prestava atenção..."
Resistirá o arquivo do Facebook até lá?!....

antónio colaço

 

 



publicado por animo às 23:59
link do post | comentar | favorito

MEMÓRIAS DA MEMÓRIA

Mação.Rua da Sargacinha.

 

A dois passos da Câmara Municipal de Mação.
Um Património à espera de que um Museu digno desse nome guarde para sempre estes rastos das velhas oficinas.
Também nas margens da ribeira da aldeia do Castelo, uma imponente máquina a vapor de uma velha tecelagem que agora tricota, apenas, silvas e continuados esquecimentoses....
Para não falar de tantas e tantas outras situações.


É o que dão os bacocos deslumbramentos apenas, e tão só, com o testemunho rupestre cujo verdadeiro peso ainda um destes dias hei-de conferir!!!
Por acaso algum dos doutorandos das Antilhas, Colômbia e outras estimadas pátrias alguma vez aqui demorou o olhar?
Um dia, o Dr Oesterbeck chamou-me à razão pelo humor com que critiquei esta falta de empenho da autarquia na preservação de tudo o que é património mais recente.

Disse-lhe que o humor não tinha pátria mas...acho que ficou a considerar-me, desde então, eu, sim,um...rupestre mal humorado e resingão.

antónio colaço



publicado por animo às 23:59
link do post | comentar | favorito

FIANLMENTE O DIABO TEM CASA EM MAÇÃO!É SÓ PECAR, PECAR....

 



publicado por animo às 18:26
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 3 de Setembro de 2012
FESTAS DE SANTA MARIA . MAÇÃO ( de ontem como se fosse hoje )

 

Agora, chegue-se aqui mais um bocadinho.

Aqui entre nós que ninguém nos vê, repara só na diferença entre a animação das ruas do Pereiro, um pequeno mas simpático lugarejo bem próximo de Mação.....

 E a riqueza cromática de uma das principais ruas de Mação!!!!

 

Ao fundo, o enorme edifício da Câmara Municpal de Mação.

Veja-se a enorme capacidade desta autarquia  que gasta milhões na Feira de Artesanato e não é capaz de com pouco dinheiro manter uma das maçanicas tradições que atraía imensos visitantes a Mação!!!

 

Como é possível deixar adormecer ( morrer?) o empenhamento dos maçanicos?

Serão menos generosos e bairristas do que os outros?

 

Qual a função dos serviços culturais de uma Câmara?

 

Não, meus senhores, não é uma questão de dinheiro.

É uma questão de organização!

De conhecer as gentes e estimulá-las!
Como?

Vejam como o Hollande anda a redistribuir as massas lá para as Franças!!!

 

Um destes dias damos duas ou três dicas de como fazer.

Vão ver!!!

antónio colaço

NR
Uma espécie de declaração de interesses: foi nas Festas de Santa Maria de 1974, que, vindo num Lotus Elan de dois lugares, mas que se adaptou para três - no caso, três jovens alferes de serviço de fim-de-semana em Santa Margarida, meio foragidos - conheci no bailarico aquela que é a Mãe dos meus filhos e, hoje, afortunadamente, a estremosa Avó do meu neto Francisco, ele mesmo presente pela primeira vez!
É, como vêem, uma dor antiga ver esta desanimação municipal à solta!
Até quando?!

 



publicado por animo às 00:33
link do post | comentar | favorito

Sábado, 1 de Setembro de 2012
A CAMINHO DE UMA NOVA PÁTRIA

 



publicado por animo às 23:44
link do post | comentar | favorito

MANUEL REBELO . TANTAS VOZES NUMA SÓ VOZ
 
TANTAS VOZES NUMA SÓ VOZ . I-M-P-E-R-D-I-V-E-L!!!!

Este é o milagre do Facebook/Blogosfera: de repente, tropeças num amigo - António Esteireiro - que te escancara as portas e traz mais amigos, que, se calhar, nunca vais conhecer ou, então, corres pela cidade, mal amanheça, à procura de quem é e o que anda a fazer.
Ainda para mais, para além de nos encantar, convoca-nos para ajudar.
Um projecto único, sim.
Um trajecto de esperança num país desesperançado.

Senhores da Troika, párem já com as vossas estafadas reuniões e percebam como uma só união (Manuel Rebelo desmultiplica mais do que a sua voz, a afirmação de que, por uma vez, vale a pena ser e cantar em português como que a querer dizer, não desistas, está a chegar a nossa vez!!!) pode reinventar esta desanimada nação!!
Obrigado, Manuel, e PARABÉNS!
antónio colaço



publicado por animo às 23:43
link do post | comentar | favorito

PROJECTO MONTIJO . O QUE SINTO DO QUE VEJO

Montijo. As primeiras barreiras parecem estar transponíveis!

 

Ontem fui escrevendo na ânimo Facebook o que agora ilustro, aqui, com imagens.

2

Uma tarde passada, algures, numa instituição de ensino, no Montijo, e que poderá devolver-me, de novo, a alegria de me sentir útil.

O que basta por agora.

Confesso que no último ano passei por algumas situações em relação às quais me foram criadas as mais legítimas expectativas de sucesso e que, no entanto, acabaram por revelar-se um autêntico e, seja-me permitido, refinado fracasso, para não lhe chamar desavergonhada humilhação.

Acredito que os fracassos contêm em si a semente para os sucessos que desejamos.

É uma questão de não nos rendermos, ou na linha de alguns pensadores, aceitar com espírito de rendição, não a costumeira rendição de quem baixa os braços, antes a RENDIÇÃO de quem não está à espera de nada porque sabe que há um Tudo, um Todo, aí sim, onde sucesso ou insucesso pura e simplesmente não existem, porque pura e simplesmente se É!

Mas vamos jogar outra vez um outro jogo, acreditando que os parceiros, desta vez, finalmente, protagonizem um jogo bem limpo, como quero acreditar pelos contactos hoje estabelecidos.

3

Acho mesmo que estes flamingos, garças, gaivotas...esperam por mim nas margens do Montijo!

 

No momento em que alinhavo  a proposta de trabalho, com todos os excessos de optimismo  contidos, excessos para que, continuadamente, alguns amigos me alertam, é bom saber que nesta esquina, nesta  praça, neste terreiro há sempre alguém para nos desejar ânimo!!!

 

Um luar cuja beleza o Nokia tem dificuldade em captar!

 

À luz da Lua, recordo o que escrevi para a ânimo Facebook:

 

 

As coisas, (as pessoas?) são o que são mais a expectativa delas.
Aguardo num gabinete,algures, nos arredores de Lisboa.
Onde começa a minha expectativa, onde termina a expectativa de uma coisa que poderá ser-me anunciada por uma pessoa?

 

 

De regresso a Lisboa, na área de serviço de Alcochete, a redigir a proposta de trabalho sob a qual espero decorram,animadíssimos,os meus próximos tempos!
Olhem-me só este título (uau!):
MONTIJO.
O QUE SINTO DO QUE VEJO
Para já, é quanto basta!
Um obrigado por, indIrectamente, seres fonte da minha inspiração.
PS
Emociono-me sempre que alguém que não conheço ( a não ser desta form@ de conhecer) me agradece a partilha de algumas coisas do meu dia. O FB é sublime quando mexe por dentro daquilo que em nós se comprime e que, num inesperado e luminoso clic se exprime.
Obrigado.

 

antónio colaço

 



publicado por animo às 02:16
link do post | comentar | favorito

WEBANGELHO SEGUNDO ANSELMO BORGES

 

Pe Anselmo Borges

In DN

A teologia da libertação na Doutrina da Fé?

Uma vez, num seminário na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, um juiz perguntou-me o que é que eu pensava sobre a teologia da libertação. Disse-lhe: "Permita que lhe responda com uma pergunta: o que pensa o senhor sobre a teologia da opressão?"Percebe-se. Se a teologia não for teologia da libertação, não será urgente bani-la, excomungá-la? Mas ele referia-se, evidentemente, a um tipo de teologia que dá por esse nome e que quer trabalhar e pensar a partir e ao serviço dos mais pobres, passando, portanto, de um cristianismo "sacral" a um cristianismo "social", e à qual o cardeal Joseph Ratzinger teceu fortes reservas.

Em 1972, foi o livro do teólogo G. Gutiérrez, Teologia da Libertação, que acabou por consagrar o seu nome. Em 1983, Ratzinger enviou à Conferência Episcopal do Peru observações críticas sobre a teologia de Gutiérrez, acusando-o concretamente de utilizar um método de interpretação marxista, fazer uma leitura parcial dos textos bíblicos e pôr o acento na economia e na política, não acautelando suficientemente a realidade religiosa e transcendente do Reino de Deus. Os bispos do Peru foram chamados a Roma em 1985 e pressionados para que o condenassem. A condenação não aconteceu, pois, como conta o teólogo X. Pikaza, foram vários a dizer que não tinha sentido "obrigá-los" a condenar um irmão crente comprometido com os pobres.

O singular nesta história é o alemão Gerhard L. Müller, que foi catedrático de Teologia na Universidade de Munique, bispo de Ratisbona desde 2002 e que, em substituição do norte-americano William Levada, que abandona o cargo por motivos de idade, acaba de ser nomeado prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, o organismo responsável pela vigilância da ortodoxia. Müller não esconde a sua amizade com Gutiérrez e, por isso, há quem chegue a pensar que esta nomeação é uma espécie de reparação de J. Ratzinger.

Müller escreveu: "A teologia da libertação está para mim unida ao rosto de Gustavo Gutiérrez." Em 1988, participou num seminário dirigido por ele, e confessa: "Operou-se em mim uma viragem na reflexão académica sobre uma nova concepção teológica dirigida para a experiência com as pessoas para as quais tinha sido desenvolvida essa teologia."

E pergunta: "Como se pode falar de Deus perante o sofrimento humano dos pobres, que não têm sustento para os filhos nem direito a assistência médica nem acesso à educação, excluídos da vida social e cultural, marginalizados e considerados um fardo e uma ameaça para o estilo de vida de uns poucos ricos?" A teologia de Gutiérrez "é ortodoxa, porque é ortoprática".

Durante 15 anos passou 2 ou 3 meses por ano na América Latina, vivendo em condições muito simples, o que, como confessa, "para um cidadão da Europa central implica um grande esforço". Mas isso marcou-o profundamente e, assim, é inclemente na condenação do capitalismo neoliberal, cuja expressão sem escrúpulos são os vulture funds. "Depois da queda do comunismo, alguns pensaram que se poderia conseguir o paraíso na terra com um capitalismo desenfreado. As forças auto-reguladoras do mercado à escala mundial trariam por si mesmas o bem--estar para todos ou, pelo menos, para a maioria. A realidade é muito diferente. Foi a cobiça de homens concretos que provocou a actual crise financeira mundial, cujas consequências, mais uma vez, os pobres e os mais pobres dos pobres têm de pagar com a sua vida, a sua saúde, a morte prematura e todas as perspectivas perdidas, previstas por Deus para eles."

Deu recentemente uma entrevista ao Osservatore Romano, onde reafirma que é necessário "distinguir entre uma teologia da libertação equivocada e outra correcta", mas "qualquer teologia boa tem que ver com a liberdade e a glória dos filhos de Deus".

A sua chegada ao Vaticano não significa uma revolução - também foi prevenindo contra a "ordenação" das mulheres -, mas pode ser um bom sinal. Quer, com Paulo VI, que o aspecto positivo esteja em primeiro plano na Congregação para a Doutrina da Fé: "Ela deve, sobretudo, promover e tornar compreensível a fé, e este é o factor decisivo."

 

COMENTÁRIO

Afinal, no silêncio dos caminhos de uma empoeirada Igreja a querer recomeçar de novo, colocando os contadores a zero, estas podem ser as pequenas Estradas de Damasco de que precisamos.
"Senhor, a quem iremos se só Tu tens Palavras de Vida Eterna?!"
VATICANO III, JÁ, PARA OUVIR A NOSSA VOZ!!
A IGREJA SOMOS NÓS!
antónio colaço



publicado por animo às 01:55
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Março 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


posts recentes

DA ARTE E DOS ESPAÇOS INE...

OBRIGADO, MANUEL

ANTONIO COLAÇO NO "VOCÊ N...

PE ANSELMO BORGES NOS ANI...

ANA SÁ LOPES NOS AAAANIMA...

ANA SÁ LOPES NOS ANIMADOS...

O OUTRO LADO DO AAANIMADO...

LISBOAS

CHEF PEDRO HONÓRIO OU AS ...

BALANÇO FINAL . JOAQUIM L...

REGRESSARAM OS AAANIMADOS...

IN MEMORIAM ANTÓNIO ALMEI...

PE ANSELMO BORGES NÃO TE...

MINISTRO CAPOULAS SANTOS ...

WEBANGELHO SEGUNDO ANSELM...

CARDIGOS, AS CEREJAS E O ...

trip - ir a mundos onde n...

´WEBANGELHO SEGUNDO ANSEL...

ANDRÉS QUEIRUGA EM PORTUG...

WEBANGELHO SEGUNDO ANSELM...

arquivos

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Outubro 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

tags

todas as tags

links









































































































































































































subscrever feeds