Sexta-feira, 5 de Agosto de 2016
ABRANTES 100 ANOS DE ARTES PLÁSTICAS EM ABRANTES

ABRANTES 100 ANOS DE ARTES PLÁSTICAS

Ficou fixado o solicitado texto final para o Catálogo.
A incansável Paula Dias, que já devia estar de férias, às voltas com a organização da exposição que assinala os 100 de Abrantes cidade.
2...
Continuo de volta do segundo trabalho.
Vou explorar este tríptico que aqui se nos apresenta em foto muito canhestra: o Castelo, a Igrja de S.Vicente e a sua Torre de Telecomunicações ( desde há muito que sugiro a sua iluminação nocturna.Não seria difícil encontrar um mecenas para tal. Abrantes, os milhares de viaturas que por estas alturas percorrem a A23 muito ficariam a ganhar.Por que não ficar como acontecmento das comemorações?!
3
Muitos me perguntam o que penso da escultura da rotunda do Regimento de Infantaria.
Preciso de passar por lá mais vezes....

017.jpg

 

028.jpgk.jpg



publicado por animo às 23:51
link do post | comentar | favorito

QUIOSQUE

033.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 QUIOSQUE
"...Deus foi regressando lentamente ,como uma espécie de comichão num ponto impreciso da alma".

Descido à minha Abrantes, devoro mais uma das fabulosas crónicas deLobo Antunes na Visão de hoje!

O título, "Deus", mostra-nos um António escancarando as portas da alma como há muito não via.
Uma delícia.
O final, então, cinco estrelas com uma citação do meu querido amigo Frei Bento:
"Não vou aos cemitérios porque não está lá ninguém".
2
Engraçado, esta manhã, de corpo inteiro apeteceu-me invocá-Lo no meu contentamento pelas águas que pude desfrutar no Vale.
O meu prazer foi tão grande que olhei para o céu para agradecer mas, como digo no post anterior, com esse "pequeno" problema de não lhe saber o rosto!
Acho que Deus, entre a ideia formada que dele fomos fazendo, pela educação recebida, condicionada e condicionante, começa a aparecer, agora que a idade nos começa a fazer ver a vida a esgotar-se, como Alguém que tem toda a pachorra do mundo para este nosso declarado espanto.
Acho que nos criou assim e no final vai fazer-nos "sentar nos seus joelhos" como diz António.



publicado por animo às 23:46
link do post | comentar | favorito

PERTO DO PRINCÍPIO

COMO DEUS NOS MANDOU A ESTE MUNDO

Hoje,no final da manhã,e perante o anunciado sol escaldante do meio dia,findos os trabalhos matinais, roupa para que te quero e aí vou eu para o primeiro mergulho da época como Deus nos mandou a este mundo!
Como é óbvio não se publicam imagens. Apenas as hortênsias, o farto canavial da India, a frondosa pinheira mansa, estiveram autorizados a conviver com a imagem de alguém que, tal como eles, assim veio ao mundo.
Mais que o meu rio Jordão, estas são as águas da minha Redenção!Obrigado, Criador, mesmo se demoro a descobrir-Te um rosto, um gesto, para tanto esplendor em redor!

062.JPG

 



publicado por animo às 23:44
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 4 de Agosto de 2016
ABRANTES 100 ANOS DE ARTES PLÁSTICAS

044.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ABRANTES, 100 ANOS DE ARTES PLÁSTICAS

Um saltinho à minha querida Abrantes, preparando a participação na Colectiva que em Setembro vai assinalar os 100 anos de Abrantes.
O velhinho quartel dos Bombeiros foi exemplarmente convertido numa moderna Galeria de Arte, de seu nome " quARTel".
É lá que, finalmente, a QUADRIGA irá pela primeira vez ser vista pelos abrantinos e não só. Ela que teve, em vida, os seus dias andados pelas tantas ruas, vielas e aldeias da região....
2
Com a ajuda do meu querido amigo João Daniel, continuamos a deambular de pastelaria em pastelaria à procura das 100 tigelas para o trabalho, ainda sem nome fixado, mas que visa celebrar este ícon da cidade ( juntamente com a "Palha"!).
E foi no Brico Marché, ao encomendar uma placa de OSB, que ao assinar a requisição fui surpreendido pelo empregado, "António Colaço?", mas...era o nome do meu Avô!!!!"
E lá fiquei a ter mais um neto!!!!!
O senhor Avô deste amigo era de Mértola e já não está entre nós!!!Um abraço para ambos.

 



publicado por animo às 23:58
link do post | comentar | favorito

PERTO DO PRINCIPIO

003.JPG

039.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

COZIDOS DE PORTUGAL,PONDE AQUI OS OLHINHOS
NÃO HÁ NO MUNDO IGUAL COMO O COZIDO DO Paulo Godinho!!!
( Uau, olhárima forçada!!!)

 Ontem, quarta-feira, foi dia de Cozido à Portuguesa, ou, como relembraria o ilustre historiador e distinto gastrónomo maçanico, Júlio Pires de seu nome - que também faz o favor de ser meu amigo, aqui na foto com o Paulo Godinho - "Couves com Carne"....
O drama de conseguir lugar superou-se com uma atempada marcação e depois de uma atribulada manhã no Vale (cujos pormenores se evitam para não estragar o almoço) lá se degustaram as couvinhas com os saborosos enchidos que só em Mação conseguem deixar-nos completamente rendidos



publicado por animo às 23:53
link do post | comentar | favorito

PERTO DO PRINCÍPIO

031.jpg

036.jpg

049.jpg

057.JPG

061.JPG

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PERTO DO PRINCÍPIO
VÉSPERAS

Das profundezas da terra (82 metros) a água saudou o Vale.
Melhor, o Vale, em peso, saudou a Irmã Água....
Quase que lhe pressenti o desabafo..."com um solzinho tão bom e uma pessoa lá em baixo a penar num tão escuro sufoco!!!"
2
A nora, o tanque, o arado.
Como escrevi quase há vinte anos aquando da recuperação do Vale das Árvores - uma horta vinte e cinco anos abandonada..- este era o meu Meio Hectar de Céu.
Mais do que a propriedade, a oportunidade de reunir aqui a minha infância e adolescência cardiguense.
Poder celebrar TODOS OS DIAS, todos os rituias de que se fizeram, então, os meus dias.
Cardigos aqui tão perto e eu tão por dentro de Cardigos.
Obrigado, Mação.

Foto.Mação, Vale das Árvores, esta tarde.



publicado por animo às 23:27
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 2 de Agosto de 2016
WEBANGELHO SEGUNDO FREI BENTO DOMINGUES

751166.jpg

 

 

 

 

 


Fora do estudo não há salvação

O estudo não é uma ocupação ocasional, mas uma peça mestra da observância religiosa

 

 

1. Ao apresentar em Luanda, com este título, um programa de trabalho histórico-teológico a um grupo de jovens estudantes dominicanos, sobre os modos de fidelidade e infidelidade ao carisma da Ordem dos Pregadores – ao longo dos seus 800 anos – um deles destacou os graves inconvenientes desta afirmação. A sua sonoridade evocava demasiado uma outra expressão que envenenou séculos de teologia missionária e pastoral: fora da Igreja não há salvação! Mas o que agora propomos é algo que nada tem a ver com essa aberração. O título diz apenas que em qualquer tempo, lugar e cultura, sem a dedicação permanente ao estudo, os dominicanos não podem realizar a sua missão na Igreja, acabando por cumprir tarefas que os não definem e os torna facilmente dispensáveis e substituíveis.

M. D. Chenu O.P., famoso historiador-teólogo que suscitou várias gerações de investigadores das ciências indispensáveis às práticas teológicas inovadoras, lembrou que “a Ordem dos Pregadores nasceu, radicalmente, da compreensão, da análise e do amor a um mundo em mutação. Enquanto o conjunto da Igreja hierárquica e povo simples praticante se sentem tolhidos, as novas equipas religiosas, Frades Menores e Pregadores à cabeça, reconhecem que esse mundo como tal, e não apenas a ordem estabelecida, é provocação ao Evangelho. É aí que importa ler os “sinais dos tempos”, acontecimento actual do Reino, presença activa da Igreja no gemido da criação. Não é obra de reformismo moral, de simples revisão pastoral, de acomodação de regras e estruturas, nem sequer, ao fim e ao cabo, de uma santificação das virtudes. Trata-se de um carisma, com a compreensão viva, profética, de uma situação humana nova, na evolução do mundo”.

2. Este é um sugestivo retrato histórico do mundo em que nasceram os franciscanos e dominicanos. A realização da originalidade do carisma da Ordem dos Pregadores implicava, não apenas a convicção de que sem a graça da pregação, graça do Pentecostes, não podia preencher uma das mais graves lacunas da Igreja do seu tempo, a miséria espiritual da ignorância. Consciente de que a graça não substitui a natureza, pelo contrário, exige a mobilização de todos os seus recursos cognitivos e afectivos, foi o próprio S. Domingos que, em 1217, dispersou os primeiros companheiros para estudar, pregar e criar comunidade, preferindo, para esse efeito, os centros universitários de Paris e Bolonha. O estudo não é uma ocupação ocasional, mas uma peça mestra da observância religiosa. Por isso, a aquisição de livros e a sua boa conservação não podiam ser afectadas pelo voto de pobreza. Os livros são as nossas armas, dizia o capítulo provincial de Avinhão, em 1288.

As exigências do estudo justificavam a flexibilização da vida conventual, por meio da dispensa individual e colectiva. Logo que um jovem começava o Noviciado, o padre Mestre devia ensinar-lhe que, sempre e em toda a parte, de dia e de noite, em casa ou em viagem, devia ter a preocupação de estudar e reflectir. A existência quotidiana de uma comunidade de Pregadores organizava-se como escola de teologia e pregação.

Segundo as primeiras Constituições, não se podia abrir nenhuma comunidade sem dispor de um prior e de um professor de teologia. A assiduidade ao estudo era um dos elementos da vida conventual que os visitadores, encarregados de controlar a regularidade da vida das comunidades, deviam verificar.

Por isso, todos os conventos da Ordem terão de ser, ao mesmo tempo, centros de vida consagrada, de pregação e de teologia. Foram estes os diversos elementos da nova fórmula de “vida apostólica” que S. Domingos procurou e conseguiu ver explicitamente enunciados nos documentos pontifícios, a fim de organizar e estabilizar o seu desígnio fundacional.

Ainda nos começos do século XVI, um célebre Mestre Geral da Ordem e grande teólogo, Tomás de Vio Cayetano, retomou a mesma convicção: se o estudo da Verdade sagrada desaparecer da Ordem dos Pregadores, esta Ordem acaba [1].

3. Outro Mestre Geral, Humberto de Romans (1200-1277), já tinha destacado a originalidade da forma de vida configurada por S. Domingos, seus companheiros e seguidores, afirmando que a Ordem dos Pregadores foi a primeira a unir, de forma estrutural, estudo e vida religiosa.



publicado por animo às 00:43
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Março 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


posts recentes

DA ARTE E DOS ESPAÇOS INE...

OBRIGADO, MANUEL

ANTONIO COLAÇO NO "VOCÊ N...

PE ANSELMO BORGES NOS ANI...

ANA SÁ LOPES NOS AAAANIMA...

ANA SÁ LOPES NOS ANIMADOS...

O OUTRO LADO DO AAANIMADO...

LISBOAS

CHEF PEDRO HONÓRIO OU AS ...

BALANÇO FINAL . JOAQUIM L...

REGRESSARAM OS AAANIMADOS...

IN MEMORIAM ANTÓNIO ALMEI...

PE ANSELMO BORGES NÃO TE...

MINISTRO CAPOULAS SANTOS ...

WEBANGELHO SEGUNDO ANSELM...

CARDIGOS, AS CEREJAS E O ...

trip - ir a mundos onde n...

´WEBANGELHO SEGUNDO ANSEL...

ANDRÉS QUEIRUGA EM PORTUG...

WEBANGELHO SEGUNDO ANSELM...

arquivos

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Outubro 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

tags

todas as tags

links









































































































































































































subscrever feeds