Quarta-feira, 16 de Fevereiro de 2011
JOÃO TUBAL NO ALMOÇO ÂNIMO/RES PUBLICA. O MILAGRE DAS RUPIAS

O Dr. João Manuel Tubal Gonçalves, à mesa com o animador de serviço, no RES PUBLICA

 

NOTA PRÉVIA

-Espera lá mas....este senhor não é o Júlio Magalhães? Como é?!Isto está a dar para o torto, e logo com o pessoal do Porto? Tens de transferir para lá o RES PUBLICA e em vez de cozido, sai uma dose de Tripas à moda d......

 

Sim, de facto, depois de Alfredo Maia, na semana passada, retido no Porto por acordos sindicais e de que fomos informados em cima da hora, também hoje, Júlio Magalhães, que, de forma convincente aceitou, pessoalmente, o nosso convite, hoje, em cima da hora, pela voz da sua secretária (Júlio, pelo menos uma palavrinha tua era simpático, mas "prontos, meu"!) mandou dizer que não poderia almoçar devido a "reunião de urgência com a Administração!"

Ficamos, novamente, em cima da hora, sem margem para alternativas.

Mas....estávamos longe de imaginar a riqueza do almoço que, inesperadamente, haveria de ter lugar!

É sobre esse cozido à portuguesa, com Timor pelo meio, que já voltamos para vos falar e editar o respectivo vídeo.

Antes, podemos anunciar, de acordo com reunião de trabalho hoje realizada entre a ânimo e a gerência do RES PUBLICA que os almoços passam para o modelo de TERTÚLIA, ou seja, a possibilidade, finalmente, de o convidado dialogar com os comensais, gravando, em seguida, como de costume, uma versão condensada do que de mais importante foi dito!

O nosso próximo convidado seráo Dr.Paulo Borges, Presidente da União Budista Portuguesa, entre muitas outras ocupações académicas e sociais e o almoço está marcado para a próxima QUINTA FEIRA, 24 de Fevereiro, pelas 13 horas.

 

 

O MILAGRE DAS RUPIAS

___________________

 

Não é todos os dias que tropeçamos nas mil histórias por contar da história de um país. Histórias que por razões várias não lograram ultrapassar o silêncio das quatro paredes onde tiveram seu princípio, histórias com ideias dentro que uma vez nas ruas ou nos escombros do que restou de um país destroçado, sem alma, mas com gente, com crianças de olhos postos nestes protagonistas, que ainda não conhecem mas a quem lançam a mão na esperança de um futuro que não tarde em dar-lhes a volta ao desesperançado presente em que vivem.

Tenho na minha frente um homem que se contorce, que se incomoda porque percebe que aquilo que deveria ser um almoço para falar da aventura de se juntar com três amigos para animar um restaurante no Chiado, em breve, mais depressa do que julga, faz-nos navegar a uma velocidade incontrolável onde um mar de indisfarçáveis lágrimas se apresta para desfraldar as velas de uma caravela com muitas histórias que contar!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

João Tubal, economista, 60 anos, andou nas ruas nos solidários cordões por Timor, sem saber que, mais depressa do que julgava, mas sonhava, teria na sua mão, na sua cabeça, primeiro, a chave para fazer abrir em Timor, no espaço de mês e meio após a libertação, uma casa onde os timorenses conseguissem, finalmente, fazer das miseráveis rupias guardadas, das tantas economias destroçadas, os escudos com que erguer o deve/haver de um país a acertar o passo com a história.

Foi das mãos de João e da equipa de retaguarda, que formou e que não se cansa de defender, que o Timor libertado começou a bailar de alegria nos olhos das esperançosas crianças em que tropeçou e que para sempre o marcariam, num “acto de humanidade”, que Sérgio Vieira de Melo lhe confidenciará, ao conseguir que os dirigentes financeiros, lá bem longe, confiassem na solução que encontrou para que os timorenses, de mãos a abanar, conseguissem fazer das rupias desvalorizadas  as rosas perfumadas de um novo e financeiro amanhecer.

João não quer falar muito, mas a emoção deste almoço, que o repórter por compromisso assumido não detalhou, é uma história só adiada que, um destes dias, quem sabe, exigirá ser contada por uma Pátria timorense, verdadeiramente libertada.

João, que é tenor em tertúlias animadas, vai perder o temor de uma humildade que em nada ficará beliscada, quando nos contar, tim, tim, por tim, tim(or),a verdadeira história dos primeiros passos da banca da Timor hoje libertada.

Obrigado, João.

antónio colaço 

 



publicado por animo às 19:10
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Março 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


posts recentes

DA ARTE E DOS ESPAÇOS INE...

OBRIGADO, MANUEL

ANTONIO COLAÇO NO "VOCÊ N...

PE ANSELMO BORGES NOS ANI...

ANA SÁ LOPES NOS AAAANIMA...

ANA SÁ LOPES NOS ANIMADOS...

O OUTRO LADO DO AAANIMADO...

LISBOAS

CHEF PEDRO HONÓRIO OU AS ...

BALANÇO FINAL . JOAQUIM L...

REGRESSARAM OS AAANIMADOS...

IN MEMORIAM ANTÓNIO ALMEI...

PE ANSELMO BORGES NÃO TE...

MINISTRO CAPOULAS SANTOS ...

WEBANGELHO SEGUNDO ANSELM...

CARDIGOS, AS CEREJAS E O ...

trip - ir a mundos onde n...

´WEBANGELHO SEGUNDO ANSEL...

ANDRÉS QUEIRUGA EM PORTUG...

WEBANGELHO SEGUNDO ANSELM...

arquivos

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Outubro 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

tags

todas as tags

links









































































































































































































subscrever feeds