Quinta-feira, 17 de Março de 2011
A MARATONA DO PRESO MAIS LIVRE DE MONSANTO!

Monsanto.Esta manhã.

 

Não vivo para escrever, escrevo porque vivo.

Não vivo para fotografar, fotografo porque vivo.

Entendamo-nos.

Nunca imaginei uma história do tipo, "agora vou subir a Monsanto porque vou lá tirar fotografias e vou tropeçar numa história de vida que me vai deixar a pele mais enrugada que alguma das galinhas da minha saudosa avó Remédios"!

 

O que acaba de acontecer-me passou-se em 15 minutos.São os mais belos quinze minutos das manhãs dos meus últimos dias.

Hesitei, mesmo, fazer desta história as mais belas MATINAS dos últimos dias, eu que as deixei em repouso editorial, que não - Tu sabes - em repouso espiritual!

Mas o protagonista da minha história merece este título, o melhor título que achei para ele, para a sua coragem, para a sua determinação, para o seu...ânimo!

Foi assim que nos despedimos, "passe pelo Google e escreva a palavrinha ânimo, a mesma a que você se tem agarrado nesta meia dúzia de anos de reclusão que está a chegar ao fim - em Junho, será - que lá nos encontraremos"!

 

Mandei às urtigas - Monsanto está cheio de viçosas urtigas e algumas papoilas, como vamos ver - os rentáveis e sitemeternianos head lines da ânimo com o animado almoço com Augusto ( fosse de outro o mesmo faria!) para fazer subir ao podium desta fresca e enevoada manhã o maratonista preso mais livre que acabei de conhecer!

Vou chamar-lhe Adriano.

Um nome como outro qualquer para um protagonista cuja privacidade devo preservar!

 

- António, deixa-te de politiquices!Pára de andares a perder tempo com os políticos ! Regressa, quanto antes, às tuas histórias de quotidiano!Só para apareceres nas páginas do Diário de Notícias, como hoje?!Por favor!...Entra-me na história que já estou em pulgas, rapaz?!Mas afinal o que é que te aconteceu?!

 

Tão simples como isto: tendo que passar por Monsanto, a caminho de um encontro com um amigo, na zona das Avenidas Novas, que acabou por não ter lugar, inverti a marcha ali mesmo defronte do Palácio Fronteira.

A Lisboa que dali se avista, o apelo dos amarelos pampilhos, as primeiras papoilas e umas estrelinhas da minha infância (alguém que me diga o nome, depois!) convocaram-me para fotografar em cima de um muro do campo prisional de Monsanto.

Dou pelo aproximar de um atleta ainda jovem, que fazia aquecimentos em rápidos sprints, no interior de um trilho do campo prisional e que desemboca num portão, cuja transposição para a estrada se processa num ápice para quem quiser!

Alerto-o:

 

-Vou subir ao muro mas não se assuste, senhor guarda, não vou aí para dentro!

-Esteja à vontade!

-Obrigado.O senhor é aqui guarda, certo?!

-Não, sou um recluso!Estou a treinar para uma maratona....

-Re...quê?!Digo para mim mesmo?!Aqui, "à solta", a treinar sabe-se lá para que fuga, para que corrida?!Maratona?!

 

Adriano, sem deixar de perceber o espanto que me causa,pede só mais uns segundos para completar mais um sprint e volta para acabarmos a conversa.

Quase a entrar nos trinta, pai de um puto de 13 anos, deixou-se enredar pelos tortuosos caminhos da droga.

Em Junho, será a LIBERDADE total, ele, que, entretanto, estuda desporto, na cadeia de Monsanto, toma conta de um serviço que não identificamos e que amanhã, mesmo, como é habitual, irá a casa para regressar novamente.

No seu rosto já brilha a alegria de quem aprendeu com a meia dúzia de anos de reclusão e que estão quase a chegar ao fim.

 

Adriano participa em várias corridas a nivel nacional mas, em Junho - foi assim que nos despedimos - Adriano vai correr a melhor Maratona da sua vida.

ADRIANO, AQUI NA ÂNIMO, QUEREMOS ESTAR NESSA AVENIDA DA LIBERDADE PARA LEVANTAR A BANDEIRADA DE VENCEDOR!!!

A história não acaba aqui.

Depois de editar as imagens que trago de Monsanto, imagens com uma história dentro, vou telefonar ao meu amigo - que nome dar-te, para preservar a tranquilidade do teu quotidiano, António, pronto, António como eu - tudo, porque, nos 15 minutos mais estonteantes da minha manhã de Monsanto, no final da conversa, Adriano, acaba por dizer-me que eu talvez conheça o seu pai!

Bem dito bem feito!

É o que vou fazer e já, António!

Tens um filho de que deves orgulhar-te!

Um verdadeiro maratonista que está quase a cortar a meta, ultrapassadas que estão as tantas tentativas de desistir, quem sabe, não deu tempo para contar, mas que tem espelhado no rosto o suor e as lágrimas de quem já vê a meta à vista!

Adriano, até Junho!

Se o seu pai quiser ajudar, trago do meu Vale das Árvores, lá para as bandas do Tejo escarpado, uma coroa do aromático louro que cultivo e a que só têm direito os VENCEDORES DA VIDA!

Obrigado!

 

Lisboa, vista de monsanto.Esta manhã.

 

 

antónio colaço

 

 



publicado por animo às 13:09
link do post | comentar | favorito

5 comentários:
De Maria a 18 de Março de 2011 às 00:15
Linda história!

Maria


De Paulo a 18 de Março de 2011 às 14:04
Gostei muito do texto e achei a experiência impressionante.
Às vezes, uma alteração no que tinhamos programado leva-nos para mundos fantásticos.
obrigado pela partilha~

Paulo


De Maria Isabel a 20 de Março de 2011 às 21:58
História emocionante!

E gratas recordações para quem está longe e hà muito não via as estrelinha de sua infância, que com certeza, fizeram parte da infância de muitos. Minha mãe "Maria" emocionou-se quando as viu e só descansou quando lembrou seu nome. "Borragem" dá para escrever aí? Vai, escreve, é "borragem" eram tão bonitas e doces. Então ai está.

"Borragem"

Obrigado pela partilha, que abranda muitas saudades!

Saudações,

Maria Isabel



De Anónimo a 18 de Maio de 2011 às 13:09
Vou estar junto á meta, na primeira linha, á espera do "maratonista" e dar-lhe um longo e terno abraço..."António"


De Ana Paula Dias a 2 de Agosto de 2011 às 01:27
António Colaço , parabéns pela reportagem feita a este corajoso maratonista.
Isto sim! É uma verdadeira demonstração de coragem, perseverança e muita fé.

Deus não escolhe os capacitados, Ele CAPACITA OS ESCOLHIDOS.
Fazer ou não fazer algo só depende da nossa vontade e perseverança.

Por isso, não esqueça:
Nos momentos felizes, louve a Deus.
Nos momentos difíceis, busque a Deus.
Nos momentos silenciosos, adore a Deus.
Nos momentos dolorosos, confie em Deus.
Em cada momento, agradeça a Deus.

Um abraço fraterno
Ana Paula Dias


Comentar post

pesquisar
 
Março 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


posts recentes

DA ARTE E DOS ESPAÇOS INE...

OBRIGADO, MANUEL

ANTONIO COLAÇO NO "VOCÊ N...

PE ANSELMO BORGES NOS ANI...

ANA SÁ LOPES NOS AAAANIMA...

ANA SÁ LOPES NOS ANIMADOS...

O OUTRO LADO DO AAANIMADO...

LISBOAS

CHEF PEDRO HONÓRIO OU AS ...

BALANÇO FINAL . JOAQUIM L...

REGRESSARAM OS AAANIMADOS...

IN MEMORIAM ANTÓNIO ALMEI...

PE ANSELMO BORGES NÃO TE...

MINISTRO CAPOULAS SANTOS ...

WEBANGELHO SEGUNDO ANSELM...

CARDIGOS, AS CEREJAS E O ...

trip - ir a mundos onde n...

´WEBANGELHO SEGUNDO ANSEL...

ANDRÉS QUEIRUGA EM PORTUG...

WEBANGELHO SEGUNDO ANSELM...

arquivos

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Outubro 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

tags

todas as tags

links









































































































































































































subscrever feeds