Quinta-feira, 16 de Junho de 2011
MARIA DE BELÉM.A ESCOLHA DOS DEPUTADOS DEVE SER MAIS PARTICIPADA

Maria de Belém, nos AAA-Animados Almoços ânimo/RES PUBLICA, restaurante da Associação 25 de Abril.

 

Antes de começar impõe-se uma pequena mas significativa confissão: a meio do almoço com Maria de Belém, toda a minha estratégia caiu por terra no preciso momento em que Maria de Belém, confrontada com a minha boa fé de querer pegar no susto que a sua anunciada candidatura pregou ao fazer tremer alguns elementos dos vários aparelhos do aparelho socialista, entendeu adiantar-me, com o pedido de reserva absoluta, as verdadeiras razões do seu não.

Maria de Belém explicar-me-á, primeiro, que tudo não passou de uma resposta sua a uma pergunta de uma rádio, possivelmente informada por algum núcleo dos amigos que a desejavam ver assumir maiores responsabilidades, não escondendo que esse pequeno minuto, de uma glória que não procura, serviu para, pelo menos, colocar a questão do papel das mulheres na assunção de responsabilidades deste tipo normalmente atribuídas aos homens.

(Um pequeno parêntesis para dizer que, no diálogo à sobremesa com os comensais presentes, Maria de Belém seria interpelada por um conterrâneo incitando-a a avançar reconhecendo que ela, pelo seu valor, “não tinha o direito deinvocar quaisquer tipo de razões pessoais”!)

E foi aqui, neste preciso momento, ao ter tido essa informação privilegiada das verdadeiras razões pelas quais saíram goradas todas as expectativas, que o jornalista, em cumprimento do seu dever de sigilo, percebeu que estava diante de um corpo franzino, sim, mas capaz de voar muito mais alto assim pudesse.

Maria de Belém, para a história, dir-nos-á, simplesmente, quando ainda tentávamos convocá-la para, lá no fundo, revelar-nos se não sentia capacidade e entusiasmo para ir à luta, que “o desafio não me passou ao lado eu é que me pus de lado do desafio!”.

Ponto final, capítulo encerrado.

2

Eis, então, no debate “à sobremesa”, Maria de Belém, a tal mulher que no seu tempo, desde logo, foi para Direito “num tempo em que era feio as mulheres irem para Direito”, cortar a torto e a direito:”Temos que lutar por uma nova mentalidade assente no trabalho e no mérito e não no consumismo e no prazer.Quanto mais se consome menos felicidade se tem!”Dirá que “foi fácil garrotar o PS e o seu governo.A esquerda abriu as portas a uma solução que permitiu à direita garrotar o governo!”

As relações entre o governo e o grupo parlamentar do PS foram questionadas para se perceber como é que se chegou aqui. Para Maria de Belém,”as solicitações para reuniões com membros do governo foram muitas, como muitas foram as críticas embora muitas vezes fossem mal vistos alguns daqueles que as faziam!”

É aqui que avança os nomes de André Freire e Vieira de Andrade como dois dos estudiosos que, neste início de legislatura , deviam ser ouvidos no quadro da renovação mais ampla do sistema político, eleições, círculos nominais, relações mais abertas dos partidos com a sociedade, para adiantar que “a escolha dos deputados deve ser mais participada!”

3

Depois do muito que aqui ficou por dizer, a pergunta final a Maria de Belém sobre para quem vaio seu voto na animada disputa em curso.

O melhor é ouvir a conversa toda!

antónio colaço

 

 



publicado por animo às 00:36
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Março 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


posts recentes

DA ARTE E DOS ESPAÇOS INE...

OBRIGADO, MANUEL

ANTONIO COLAÇO NO "VOCÊ N...

PE ANSELMO BORGES NOS ANI...

ANA SÁ LOPES NOS AAAANIMA...

ANA SÁ LOPES NOS ANIMADOS...

O OUTRO LADO DO AAANIMADO...

LISBOAS

CHEF PEDRO HONÓRIO OU AS ...

BALANÇO FINAL . JOAQUIM L...

REGRESSARAM OS AAANIMADOS...

IN MEMORIAM ANTÓNIO ALMEI...

PE ANSELMO BORGES NÃO TE...

MINISTRO CAPOULAS SANTOS ...

WEBANGELHO SEGUNDO ANSELM...

CARDIGOS, AS CEREJAS E O ...

trip - ir a mundos onde n...

´WEBANGELHO SEGUNDO ANSEL...

ANDRÉS QUEIRUGA EM PORTUG...

WEBANGELHO SEGUNDO ANSELM...

arquivos

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Outubro 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

tags

todas as tags

links









































































































































































































subscrever feeds