Quarta-feira, 13 de Novembro de 2013
FRANCISCO PINTO BALSEMÃO. CONSENSOS PRECISAM-SE (a reportagem da Lusa)


Foto.José Augusto

Mais tarde a nossa própria edição.  
Para já, com a devida vénia, o trabalho da jornalista Vera Amaro, da Lusa.
Obrigado!


 

Lisboa, 13 nov (Lusa) - O presidente do grupo Impresa, Francisco Pinto Balsemão, defendeu hoje a necessidade de ser criado "um mínimo de consensos" para resolver as questões fundamentais e advogou a incorporação dos "novos poderes" no funcionamento das instituições democráticas. "Esses consensos têm de atacar as questões fundamentais para que elas fiquem resolvidas de vez, nós não podemos continuar a colocar adesivos em feridas que estão lá e que têm de ser tratadas, nós temos que tratar as feridas para elas acabarem de uma vez para sempre", afirmou o presidente do conselho de administração do grupo Impresa e fundador do semanário Expresso. Numa intervenção no final de um almoço promovido pelo blogue "Ânimo" do socialista António Colaço, no âmbito das comemorações dos 40 anos da revolução de Abril, Francisco Pinto Balsemão preferiu abordar de forma muito breve o 25 de Abril, centrando-de depois mais longamente no presente, um tempo que confessou preocupá-lo. Admitindo ter críticas ao caminho que o Governo de maioria PSD/CDS-PP traçou para ultrapassa a crise, Francisco Pinto Balsemão reconheceu, contudo, que a única alternativa "é que haja entendimentos". "É preciso que haja um consenso e esse consenso tem de ser conseguido entre as forças democráticas", disse, recusando, porém a expressão "já cansada" de "pactos de regime". Esses consensos, defendeu, devem abranger áreas com o poder judicial, a educação ou a organização da administração pública. Por outro lado, acrescentou o antigo primeiro-ministro e um dos fundadores do PSD, é necessário também que haja uma procura de igualdade para corrigir as "desigualdades sociais gritantes" que existem. "Estou de acordo que elas existem. Não só a maneira de falar sobre os problemas tem se ser mais humana, mas sobretudo é preciso procurar consensos", sublinhou, manifestando o desejo de que a reunião de hoje entre o primeiro-ministro e os parceiros sociais tenha tido algum resultado positivo. "Precisamos urgentemente disso e precisamos de que nesse consenso sejam envolvidas outras forças sociais", acrescentou, sustentando que a democracia herdada da revolução industrial e que foi sendo construída ao longo dos século está "cansada" e a "funcionar mal", havendo por isso necessidade de "incorporar no funcionamento das instituições democráticas novos poderes que entretanto foram surgindo" e cuja existência não pode ser negada. Como exemplo de alguns dos "novos poderes" que existem atualmente o presidente do grupo Impresa apontou o Banco Alimentar Contra a Fome, que "tem vida própria, orçamento próprio e está organizado internacionalmente", ou a Fundação Calouste Gulbenkian. "Para além dos consensos entre as forças políticas e sociais existentes em relação a determinadas matérias que são essenciais, penso que este tipo de representação ou de representatividade não está ainda apurado. Há novos poderes que não estão representados no exercício do poder democrático", insistiu. Na sua intervenção, Francisco Pinto Balsemão falou ainda do jornalismo, reconhecendo que fazer jornalismo "em tempo de crise é muito mais difícil". Contudo, frisou, "o jornalismo é cada vez mais necessário para que a própria democracia funcione". A este propósito o fundador do semanário Expresso falou da importância do jornalismo para "hierarquizar" a informação e "separar o trigo do joio". Francisco Pinto Balsemão recusou, contudo, a ideia do jornalista como "educador do povo" ou como "o quarto poder", considerando que "quanto muito será o contrapoder".

Lusa/Fim



publicado por animo às 18:09
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Março 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


posts recentes

DA ARTE E DOS ESPAÇOS INE...

OBRIGADO, MANUEL

ANTONIO COLAÇO NO "VOCÊ N...

PE ANSELMO BORGES NOS ANI...

ANA SÁ LOPES NOS AAAANIMA...

ANA SÁ LOPES NOS ANIMADOS...

O OUTRO LADO DO AAANIMADO...

LISBOAS

CHEF PEDRO HONÓRIO OU AS ...

BALANÇO FINAL . JOAQUIM L...

REGRESSARAM OS AAANIMADOS...

IN MEMORIAM ANTÓNIO ALMEI...

PE ANSELMO BORGES NÃO TE...

MINISTRO CAPOULAS SANTOS ...

WEBANGELHO SEGUNDO ANSELM...

CARDIGOS, AS CEREJAS E O ...

trip - ir a mundos onde n...

´WEBANGELHO SEGUNDO ANSEL...

ANDRÉS QUEIRUGA EM PORTUG...

WEBANGELHO SEGUNDO ANSELM...

arquivos

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Outubro 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

tags

todas as tags

links









































































































































































































subscrever feeds