Domingo, 29 de Junho de 2014
WEBANGELHO SEGUNDO ANSELMO BORGES

Pe Anselmo Borges

In DN

28Jun

OS PERIGOS DE UM HOMEM LIVRE

 

 

Do que mais admiro num ser humano é a liberdade e a coragem moral. Nota decisiva do ser humano é a liberdade, que significa autoposse e capacidade de autodeterminação para realizar o que deve ser. Esta é a grandeza humana, sempre ameaçada e tolhida, concretamente pelo medo. E há muitos medos. O medo de fracassar a própria vida, porque somos falíveis e finitos. Depois, o medo dos outros, sobretudo, quando se é dependente e nos podem despedir, humilhar-nos, cortar-nos a carreira. Evidentemente, o medo maior é o da morte: podem tirar-nos a vida, matando-nos.

Duas mortes marcaram a humanidade, concretamente a humanidade ocidental: a morte de Sócrates e a morte de Jesus. A um e a outro foram dadas possibilidades de negociar a liberdade para a verdade. Mas eles não negociaram, não tiveram medo e morreram, dando testemunho da verdade.

Evidentemente, é necessário distinguir bem entre o dar a própria vida pela dignidade, a liberdade e a verdade e o matar outros, incluindo inocentes, na convicção de que se possui a verdade e morrendo. No primeiro caso, temos os mártires da verdade; no segundo, os terroristas da verdade. De qualquer modo, percebe-se os perigos, para o bem e para o mal, de quem é livre a ponto de não temer a morte.

Cá está! Até há pouco, a máfia serviu-se do Banco do Vaticano para a lavagem de dinheiro. Mas, agora, levado pela dignidade, o Papa Francisco impôs reformas para a transparência e foi ao coração da máfia calabresa para condenar os seus membros e ousar o que antes nenhum Papa tinha ousado: excomungá-los: "Aqueles que durante a sua vida escolheram a via do mal, como os mafiosos, não estão em comunhão com Deus, estão excomungados". E fê-lo, porque não tem medo, mesmo sabendo os perigos que corre. Foi ele que o disse a Henrique Cymerman, numa entrevista televisiva, referindo-se à quebra de protocolos de segurança: "Sei que algo me pode acontecer. Recordo que no Brasil me tinham preparado um papamóvel fechado, mas eu não posso saudar um povo e dizer-lhe que gosto dele, dentro de uma lata de sardinhas, mesmo que seja de cristal. Para mim, isso é um muro." E continuou, com humor: "É verdade que algo pode acontecer-me, mas, sejamos realistas, na minha idade não tenho muito a perder".

Consequentemente, condenou a violência em nome de Deus, que "é uma contradição". Reconhece que "nas três religiões monoteístas temos os nossos grupos fundamentalistas", mas "um grupo fundamentalista, mesmo que não mate ninguém, é violento. A estrutura essencial do fundamentalismo é violência em nome de Deus".

O que move Francisco é o bem-estar de todo o ser humano, que deve ocupar o centro. Por isso, "não se pode entender o Evangelho sem a pobreza, mas é necessário distingui-la do pauperismo. Eu creio que Jesus quer que os bispos não sejam os príncipes, mas servidores. Creio que estamos num sistema mundial económico que não é bom. No centro de todo o sistema económico deve estar o homem, o homem e a mulher, e tudo o resto deve estar ao serviço deste homem. Mas nós colocámos no centro o dinheiro, o deus dinheiro. Caímos num pecado de idolatria. A idolatria do dinheiro. A economia move-se pelo afã de ter mais e, paradoxalmente, alimenta-se de uma cultura do descarte": descarta-se os jovens, limitando a natalidade, os anciãos, porque já não produzem, e preocupa-o o desemprego dos jovens, que nalguns países supera os 50%. "É uma barbaridade".

Sobre a globalização: "Bem entendida, é uma riqueza. Uma globalização mal entendida é a que anula as diferenças. É como uma esfera, com todos os pontos equidistantes do centro. Uma globalização que enriquece é como um poliedro: todos unidos, mas conservando cada um a sua particularidade, a sua riqueza, a sua identidade, e isto não está a acontecer."

Na continuidade da memória perigosa que Jesus foi e é, percebe--se que gostaria de ser recordado como alguém de quem se diz: "Era um bom tipo, fez o que pôde, não foi assim tão mau". Um perigo na Igreja e no mundo, correndo ele próprio perigos.

 

COMENTÁRIO

Afortunadamente, vi a entrevista concedida, com que alegria de ambos, o Henrique e o Francisco.
Afortunadamente, posso ler o meu querido amigo Pe Anselmo que se encarrega deste milagre da MULTIPLICAÇÃO DO BEM.
Ponto.

Assim, que devemos temer?
O temor não existe.
Só há temor onde não há AMOR.
A consciência dele.
De facto, os HOMENS LIVRES  não deveriam ser um perigo.
Mais do que uma temida perigosidade, deveriam constituir, antes, o caminho para a verdadeira AMIZADE!
Obrigado, Anselmo (na versão Inês Meneses)
antónio colaço

 



publicado por animo às 02:04
link do post | favorito

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



pesquisar
 
Março 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


posts recentes

DA ARTE E DOS ESPAÇOS INE...

OBRIGADO, MANUEL

ANTONIO COLAÇO NO "VOCÊ N...

PE ANSELMO BORGES NOS ANI...

ANA SÁ LOPES NOS AAAANIMA...

ANA SÁ LOPES NOS ANIMADOS...

O OUTRO LADO DO AAANIMADO...

LISBOAS

CHEF PEDRO HONÓRIO OU AS ...

BALANÇO FINAL . JOAQUIM L...

REGRESSARAM OS AAANIMADOS...

IN MEMORIAM ANTÓNIO ALMEI...

PE ANSELMO BORGES NÃO TE...

MINISTRO CAPOULAS SANTOS ...

WEBANGELHO SEGUNDO ANSELM...

CARDIGOS, AS CEREJAS E O ...

trip - ir a mundos onde n...

´WEBANGELHO SEGUNDO ANSEL...

ANDRÉS QUEIRUGA EM PORTUG...

WEBANGELHO SEGUNDO ANSELM...

arquivos

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Outubro 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

tags

todas as tags

links









































































































































































































subscrever feeds